Brainly, um criador das plataformas onde alunos ajudam uns aos outros com dúvidas escolares, anunciou que captou 9 milhões de dólares em rodada de investimento liderada pela General Catalyst Partners. Também participaram parceiros antigos: Point Nine Capital, e novos, Learn Capital e Runa Capital. Com o dinheiro, a empresa vai abrir um escritório em Nova Iorque e continuar desenvolvendo todas as versões do Brainly, inclusive a brasileira – brainly.com.br.

A General Catalyst normalmente investe em startups nos Estados Unidos – Snapchat, Airbnb e Kayak são apenas alguns exemplos das empresas que eles apoiaram financeiramente no passado. Só em circunstâncias excepcionais estão interessados em empresas de fora da América do Norte. O Brainly é uma das exceções.

Criada em 2009 e com enorme sucesso na Polônia, seu país de origem, rapidamente atingiu 35 países na Europa, Ásia e América do Sul, incluindo Rússia, Indonésia e Brasil. A versão brasileira foi lançada no final de 2012 e já conta com mais de 3 milhões de visitas únicas por mês, alta taxa de engajamento e um número considerável de professores – um deles já ajudou voluntariamente com mais de 17 mil dúvidas.

O objetivo principal dos criadores da rede é ser o número um na área de social learning. A abertura do escritório em Nova Iorque é um dos primeiros passos para atingir isso. “Cada aluno no mundo mais cedo ou mais tarde trava na lição de casa, o que cria frustração e falta de
confiança,” diz Michal Borkowski, o CEO do Grupo Brainly. “A nossa visão é ajudar os alunos e transformar a lição de casa em uma oportunidade para inspirar aprendizagem e colaboração. Com este financiamento vamos poder acelerar a nossa visão e reinventar a nova geração do nosso produto. O dinheiro levantado nos deixará desenvolver mais intensamente em países onde o Brainly já está presente, assim como vai facilitar o lançamento de novas versões e expansão para o resto do mundo”, afirma.

Mais de 30 milhões de pessoas no mundo visita os websites do Brainly cada mês para buscar ajuda com as dúvidas escolares, estudar para prova, compartilhar conhecimento e fazer amizades. O sistema é baseado em gamificação, como por exemplo atribuição de pontos que
servem como moeda no serviço e criam um ciclo natural de ajuda e engajamento entre os alunos. A empresa mais do que duplicou sua base de usuários no ano passado e hoje em dia mais de 8 000 perguntas são feitas no Brainly cada hora enquanto 450 moderadores voluntários
asseguram a qualidade dos conteúdos praticamente 24/7. Existem também apps para celular das quais já foram efetuados 2 milhões de downloads desde o início do ano 2014.

brainly_infographic

 

Sobre o Brainly

Brainly é a maior rede social educativa no mundo. No Brainly os alunos de ensino fundamental, médio e superior se juntam para receber e oferecer ajuda com as dúvidas escolares. Os alunos encontram uma oportunidade única de fazer perguntas livremente e, ao ajudar os outros, ganham a confiança que os inspira a aprender em uma comunidade colaborativa que recebe mais de 30 milhões de visitas cada mês. Brainly está disponível em 35 países e em 12 línguas. A empresa tem sua sede em Cracóvia, na Polônia e um escritório em Nova Iorque. Saiba mais em meet.brainly.co.

Sobre General Catalyst Partners

General Catalyst Partners é uma empresa de capital de risco que faz investimentos acionários nas fases de arranque e crescimento de empresas. Ela apoia empreendedores excepcionais que constroem empresas de tecnologias inovadoras que transformam indústrias como por exemplo KAYAK, Demandware, Stripe, Airbnb, The Honest Company, Warby Parker, Oscar, Datalogix, BigCommerce, Snapchat, HubSpot e Datto.

General Catalyst utiliza sua vasta experiência para ajudar os fundadores a construir negócios líderes de mercado. A empresa tem escritórios em Cambridge, Palo Alto e Nova Iorque.