Ser um empreendedor é mais do que uma profissão. Empreendedorismo é uma escolha de vida que afeta as suas decisões, relacionamentos e como você vê o mundo. Torsten Kolind é um exemplo do espírito empreendedor. Ele iniciou sua primeira empresa quando tinha 16 anos – uma empresa de desenvolvimento web –, onde aprendeu o básico da gestão de negócios como lidar com clientes, comunicar seus produtos e idéias, incluindo questões jurídicas e legais, como taxas e impostos.

Nascido e criado em Copenhaguem, na Dinamarca, como empreendedor ainda tinha muitos desafios para superar quando decidiu aceitar um trabalho em São Francisco, na Califórnia. Como todo jovem empreendedor sonha, o trabalho foi em uma empresa super legal na Bay Area – local onde todas as grandes empresas de tecnologia e startups se concentram. Trabalhando em um projeto secundário da empresa relacionado a gestão de competições de negócio, Torsten e sua sócia Rebeca Huang, decidiram abrir a sua própria empresa já que a empresa onde trabalhava não enxergava valor no projeto.

No início dessa semana, como parte do curso de imersão no Vale do Silício promovido pelo Appreendedor, visitamos a empresa de Torsten para que em um pitch de 2 minutos os alunos pudessem expor os projetos que estão desenvolvendo durante o curso de duas semanas. O resultado foi uma grande troca de experiência e aprendizado através de feedbacks importantes feito por profissionais acostumados a julgarem competições de startups em mais de 153 países.

Neste artigo, convidei Artur Sousa (co-fundador do Appreendedor) e Cassandra Poulin (Mestre em Empreendedorismo Social) para compartilharem com você leitor, um pouco do conhecimento que absorvemos em um bate-papo descontraído com Torsten Kolind CEO da empresa. Confira!

Artigo por Artur Sousa e Cassandra Poulin*

Imagina a seguinte situação: você, recentemente, se tornou um empreendedor e está tentando alcançar sucesso nesse mundo extremamente competitivo. Se inscreve em diversas competições mas, no final, não sabe o que os juízes irão avaliar seu projeto. São eles viciados em tecnologia? Focados no lado de negócios? Jogadores de futebol? Nunca se sabe.

Mas e se você soubesse que há uma plataforma web que lhe reúne todas as competições que estão acontecendo agora e, na verdade, lhe dão a chance de passar por um grupo de juízes que entendem do seu campo de atuação e que não serão tendenciosos? É por isso que lhe apresento o YouNoodle. Uma plataforma de competições com oportunidades para empreendedores ao redor do globo – além de uma plataforma desenvolvida para aceleradoras, incubadoras, governos e organizações –, avaliando oportunidades relacionadas a investimentos em projetos de terceiros.

younoodle

Torsten, como você descreveria o YouNoodle?

YouNoodle é uma plataforma para gerir competições de negócios, gerenciando o registro, seleção e juízes de competições através de uma metodologia bastante singular e imparcial.

Nós sabemos que juízes, naturalmente, tendem a avaliar os projetos de acordo com suas experiências e percepções. Como vocês garantem que a avaliação será imparcial?

Eu acho que isso é, na verdade, o centro de todo o nosso trabalho e por isso é muito fascinante. Você não pode construir um algoritmo que vá analizar startups e idéias de negócios. A definição de uma startup é ser uma empresa que rompe o status quo, disruptiva e muda o que já existe criando coisas novas ou fazendo o que já existe de uma maneira completamente nova. Dessa maneira você não pode ter um algoritmo baseado em experiências anteriores para determinar os padrões da próximas. Não é como no mundo financeiro onde você consegue fazer previsões baseadas no comportamento do mercado.

Startups de sucesso são aquelas que criam algo que não foi feito antes, ou que fazem as coisas de uma maneira completamente diferente. Para nós isso é fascinante!! E é por isso que precisamos de juízes, não apenas 1 avaliador, mas um grupo.

Isso acontece porquê em um grupo pequeno de pessoas as percepções individuais tem grande peso, e poderia ser tendencioso. Em um grupo grande o risco de ser tendencioso é reduzido à um número muito pequeno e podemos escolher os competidores que tem o que é necessário para seguir adiante nas competições. O que nós encontramos em competições é que, mesmo não sendo sempre excelente na escolha dos vencedores, elas são muito boas para filtrar os 90% dos projetos que não são realmente bons. As melhores startups estão sempre no topo das seleções, mas nem sempre são as vencedoras. Ou seja, as competições como são hoje, são excelentes para filtrar as startups que valem à pena, mas não são boas na escolha dos vencedores propriamente dito. É por isso que temos como critério que as nossas competições tenham, no mínimo, 3 juízes.

Com a sua experiência, como empreendedor e CEO do YouNoodle, o quê você acha que empreendedores podem fazer para comunicar melhor as suas idéias, os seus projetos?

É uma pergunta complicada. Nós sempre estamos extremamente animados com nossos projetos, sempre achamos que o nosso projeto é o melhor. Todo empreendedor pensa que eles tem algo maravilho nas mãos. Eles pensam tanto no projeto, 24hs por dia, por um longo período que pessoas de fora tem dificuldade de entender e, por consequência, não ficam tão animadas quanto ele, em relação ao projeto. Dessa forma quando eles apresentam eles esperam que você entenda, tanto quanto eles, e que fique tão animado quanto eles. Dessa maneira um conselho seria que o empreendedor entenda que se as pessoas não entenderam o seu projeto é ele quem tem responsabilidade sobre isso, é ele quem está comunicando errado. Tenha certeza de envolver outras pessoas na sua apresentação. O ideal é que eles criem uma apresentação que uma criança com 5 anos de idade seja capaz de entender. É necessário que seja muito básico, claro sobre o seu projeto.

Você vê isso acontecendo com frequência?

Não… é bem raro. Mas quando acontece o empreendedor se destaque da multidão.

Estávamos conversando sobre o Brasil e você me contou que o Brasil tem sido foco de grandes startups, incluindo o YouNoodle, como hub para a América Latina. Qual a razão disso?

Eu acho que o Brasil tem centenas de oportunidades. É um país rico em recursos, naturais, profissionais, culturais. Um grande país que o Mundo inteiro têm visto se desenvolver. Acima de tudo o Brasileiro se mostra muito capaz de utilizar esses recursos, com criatividade e qualidade. O que falta no Brasil é facilidade. empreendedores Brasileiros precisam de facilidade no acesso à fundos, criação de negócios, pagamento de impostos. Investir em empreendedores é fundamental, eles movimentam o mercado, influenciam a educação e proporcionam crescimento ao País. Startups ao redor do mundo estão atentas ao Brasil e a sua importância nas Américas. Quando falamos de expansão Brasil está sempre entre os principais países que precisamos atuar, aprender e compartilhar.

Se eu estivesse montando uma competição no Brasil e quisesse usar o YouNoodle, qual seriam os passos?

Primeiro eu estou à disposição caso alguém precise conversar, tirar dúvidas e conhecer o YouNoodle. De todo o jeito o processo para utilizar a plataforma é muito simples. É só acessar o nosso site YouNoodle fazer o cadastro e iniciar um teste lá mesmo. As pessoas vão se inscrever na sua competição também pela plataforma. O desafio vai estar em planejar a competição, já que o sistema facilita todo o resto.

Caros leitores, essa foi uma pequena conversa com um grande empreendedor, Torsten se destaca no Vale pela qualidade do seu trabalho. Em outro recente evento que participamos com a turma de alunos do Appreendedor (F50 – plataforma de investidores do Vale http://f50.io), tivemos a oportunidade de constatar durante uma palestra da IBM a citação tanto do YouNoodle quanto de Torsten. Isso acontece pelo fato da empresa ser centrada no seu consumidor, prontos para adaptações e melhorias constantes. Por fim, uma das razões para o sucesso da plataforma e do empreendedor é o contato constante com pessoas – aprendendo, compartilhando, ouvindo, iterando.

Acesse o YouNoodle (http://bit.ly/yNooD) e fique por dentro das competições mais recentes, pode ser que tenha uma com o seu perfil te aguardando.