Desenvolver e lançar um aplicativo móvel nas lojas de aplicativos se tornou uma oportunidade para muitas startups e desenvolvedores independentes. Uma corrida do ouro se formou. Desenvolvedores correram para criarem seus aplicativos e terem a chance de distribuírem, sem custo inicial, para um mercado mundial.

Muitos ganharam muito. Entretanto, como as barreiras de entrada para novos aplicativos é baixa, praticamente qualquer um com conhecimento técnico pode fazer aplicativos, inundando as Stores com uma quantidade enorme de opções de Apps. Aí chegaram as grandes empresas como, Facebook, Disney, Electronic Arts e outras altamente capitalizadas para investir em propaganda e fazer com que o mercado consumisse somente seus aplicativos.

Os pequenos, oprimidos, viram suas portas serem fechadas uma a uma. Mas a pergunta é, existe ainda algumas portas abertas para os desenvolvedores independentes de aplicativos e mobile games?

A resposta é sim. Porém, ficar milionário da noite para o dia hoje é coisa rara. Criar uma App, lançar sem investir nada em marketing e ficar milionário, como Flappy Bird, está tão difícil como ganhar na loteria.

Em comparação com há alguns anos, os desenvolvedores hoje irão precisar se dedicar muito mais para conseguirem seu sucesso. Não digo se dedicar mais em desenvolvimento, até porque nos últimos anos foram lançadas várias ferramentas que agilizam o processo de desenvolvimento, digo se dedicar mais ao negócio em si como: estudar sobre empreendedorismo, marketing, finanças, vendas e planejar.

Por isso, talvez tenhamos que pensar em caminhos diferentes para ganhar a vida com aplicativos. Portanto, abaixo deixo algumas dicas de possíveis estratégias que poderiam, se aplicadas corretamente, resultar em um faturamento milionário:

  1. Monte um time e resolva o problema de empresas que precisam de aplicativos que integrem com seus softwares e resolvam seus problemas específicos. Apps corporativas tendem a gerar mais receita.
  1. Ataque o problema de somente algumas pessoas. Ataque um nicho. A regra é que o nicho seja pequeno o suficiente para não ser interessante para concorrentes muito maiores, mas grande o suficiente para ganhar a vida.
  1. Ou crie um mínimo produto viável, atraia os primeiros consumidores, colete dados sobre esses consumidores, prove que seu aplicativo pode crescer e peça investimento, pense grande, corra para os grandes Anjos ou fundos de Venture Capital.

Imagem: education and modern technology concept – smiling students using smartphones and tablet pc, via Shutterstock