São Paulo teve seu primeiro módulo de treinamento de TI de impacto pela Softex na semana passada e terá a partir de amanhã o segundo módulo. O programa é uma iniciativa da entidade para impulsionar o desenvolvimento e a implementação da inovação nas empresas de software e serviços de TI.

O  Programa de Capacitação Empresarial para o Desenvolvimento da Estratégia de Inovação da Softex, como é chamado, tem parceria com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) e apoio do Instituto de Tecnologia de Software (ITS), Agente Softex em São Paulo.

As empresas participantes do treinamento na etapa Sudeste são: Matera Systems, Voxage Teleinformática, Novum IT Solutions, Abc Technology, IXIA, Inflexion Tecnologia, Orbiit Business, Intelligence GDR7 IT Solutions, ECO Sistemas, Kryptus Segurança da Informação, Equipe Sistemas Inteligentes – ESI, ClearTech, SynaspSystem, PHI Innovations e AddTech.

No total, são cinco módulos, 80 horas de treinamento e 30 horas de orientação empresarial, ou seja, uma mentoria. Wendel Souza da ECO Sistemas diz que a troca de experiências é importante para os empresários. “Espero que com o programa, com as pessoas que estão lá e com a formação a gente consiga facilitar o caminho para a liderança do mercado. Nossa expectativa é alcançar por meio do compartilhamento das experiências encontrar soluções para melhorar a vida do brasileiro. Soluções inteligentes e com o custo gerenciável”, afirma o empreendedor.

A meta do TI de Impacto é capacitar, até o mês de dezembro, 45 companhias – 15 em São Paulo, 15 em Curitiba e 15 no Recife – a desenvolverem suas estratégias de inovação. Nove empresas serão selecionadas para a etapa internacional, que inclui orientação empresarial; visitas a empresas e instituições em São Francisco e no Vale do Silício nos Estados Unidos; e convites de acesso ao Gartner Symposium/ITXpo 2014, considerado o maior e o mais importante encontro anual de chief information officers (CIOs) e de líderes da indústria mundial de TI. Na volta ao Brasil, elas receberão mais 30 horas de orientação empresarial (24 nacional e 6 internacional) para refinar a estratégia desenvolvida e preparar a sua implementação.

O segundo módulo vai de amanhã até o dia 9 de agosto, sábado.