A tecnologia 4G de rede móvel chegou ao Brasil no ano passado e em maio passado chegou a marca de dois milhões de linhas 4G no país contra mais de 100 milhões de linhas 3G (dados Anatel). Ou seja, ainda engatinhando, é difícil pensar na próxima tecnologia. Será? O 5G já é pesquisado numa parceria entre a Universidade Federal do Ceará e a empresa Ericsson que afirmam que a pesquisa é importante por causa de alta demanda por qualidade de serviço e experiência do usuário.

A equipe é formada por 40 especialistas, entre professores, pesquisadores doutores e mestres, e engenheiros e existe desde 2012. A ideia é já pensar num sobrecarregamento das redes 3G e 4G, já que novos tipos de tráfego e conexões são esperados mediante a Internet das Coisas.

“A parceria entre a UFC e a Ericsson é fundamental para o intercâmbio de conhecimento acadêmico e tecnológico que promove as mais avançadas pesquisas em telefonia móvel de última geração, temas relevantes para a indústria nacional e internacional. Além disso, a Universidade está muito satisfeita em poder contar com o apoio da Ericsson na formação dos nossos alunos, contribuindo com laboratórios avançados, oferecendo estágios, fomentando a pós-graduação, e trazendo um know-how tecnológico que é liderança no mundo inteiro”, diz o professor Rodrigo Cavalcanti, da UFC.

Os principais pontos das pesquisas desenvolvidas pela Ericsson e a UFC serão as novas faixas de espectro (acima de 10 GHz e até 60 GHz ou mais), sistemas com alta densidade de antenas, gerenciamento de interferências, comunicação entre dispositivos, utilização de small cells dentro do conceito de Redes Heterogêneas.

A UFC é representada pelo Grupo de Pesquisa em Telecomunicações Sem Fio (GTEL), um centro de excelência em pesquisa e desenvolvimento de tecnologias para sistemas sem fio. A parceria entre a empresa e a universidade se baseia em pesquisa, patentes e padronização

Edvaldo Santos, diretor de Inovação da Ericsson, falou sobre a importância da parceria. “Estamos trabalhando há 15 anos com a UFC e essa colaboração já resultou em contribuições significativas na geração de conhecimento para exploração e desenvolvimento de novas tecnologias, que se reflete em publicações científicas nacionais e internacionais, livros e contribuições ao estabelecimento de padrões e patentes. A UFC é uma importante parceira da Ericsson na construção da liderança tecnológica em sistemas 5G”, afirma.