Em maio falamos do Jobr, uma espécie de Tinder para empregos que havia acabado de ser lançado. Além da nossa audiência, muitos sites se mostraram empolgados com o serviço que prometia dinamizar a procura e oferta de empregos, escapando da burocracia de redes como o LinkedIn.

Desde então, a rede chamou mais de 1 mil recrutadores que já visualizaram perfis mais de 3 milhões de vezes.

Agora, a startup conseguiu levantar US$ 2 milhões em investimento semente e Entre os investidores estão Lerer Ventures, Redpoint Ventures, Eniac Ventures, Lowercase Capital, The Hive, Tekton Ventures, Structure Capital, Tim Draper, e Fabrice Grinda.

Além disso, ela tem cinco funcionários e Ellen Levy de conselheiro. Ele já emprestou seu conhecimento a empresas como LinkedIn, RelateIQ (mais tarde comprada pela Salesforce) e Newsle (comprada pelo LinkedIn). Por fim, eles também contrataram TJ Nahigian, que trabalhava no fundo Coatue Managment, para ser seu novo CEO.

Conheça mais sobre o funcionamento do Jobr aqui.

Via TechCrunch