Todo ano o curso de engenheria de produção da Universidade de São Carlos organiza uma semana especial, a SemEP. Em sua 11ª edição, a semana apresenta o 7 Days Challenge, um desafio de novas ideias que tem como objetivo estimular a a ação empreendedora dos graduandos que acontecerá de 18 a 25 de agosto no campus da UFSCar, em São Carlos.

O 7 Days Challenge faz com que os alunos concebam um novo negócio contra o tempo. Os grupos de empreendedores terão sete dias para ter uma ideia de negócio em cima de um tema específico indicado pela organização do evento.  “A intenção é causar um choque de imersão no mundo empreendedor nos participantes, um tema tão em alta no mercado hoje, com ações orientadas e planejadas pela organização do evento”, diz Ana Paula Santos, responsável pela grade do evento SemEP.

As inscrições para o desafio começam no dia 4 de agosto e podem ser feitas pelo site do SemEP. Para participar do desafio é necessário que os integrantes do grupo sejam estudantes universitários e que se inscrevam em equipes de 2 a 4 pessoas.

A equipe vencedora do desafio ganhará como prêmios um mês de espaço de coworking em São Carlos, uma bolsa de 100% e outras três bolsas de 15% em um curso da Outliers!, descontos para cursos oferecidos pela Endeavor, além de uma bolsa-investimento inicial para desenvolver a ideia feita por empreendedores interessados na iniciativa.

Durante os sete dias de andamento das ideias, a organização e a banca avaliadora divulgará materiais de apoio, treinamentos e textos conceituais que servirão de base para os graduandos na confecção das suas ideias. Atividades relacionadas à montagem de um Business Model Canvas para a estruturação do modelo de negócios e dicas para elaboração de um Pitch para a apresentação da proposta, são algumas dos itens de apoio da organização para os graduandos participantes.

No sétimo e último dia do desafio, que acontecerá logo no primeiro dia da Semep, dia 25 de agosto, as equipes participantes deverão apresentar suas ideias para uma banca avaliadora composta por empreendedores e possíveis sócios das ideias. As ideias serão avaliadas seguindo basicamente a estrutura de avaliação do programa StartUp Brasil, com adaptações para atender ao modelo do desafio. Os quesitos de avaliação serão:

  • Solução – Avalia-se a consistência da ideia e alinhamento ao tema proposto
  • Modelo de negócios – Capacidade de estruturação e sustentação da ideia diante dos fatores de mercado
  • Empreendedorismo e impacto – Atitude empreendedora do grupo e o impacto da solução proposta