Muitas vezes, empreendedores e investidores passam por uma barra, precisam desabafar, discordar, criticar, comentar coisas “em off”, falar a real sobre “o que tá pegando” em situações corriqueiras ou excepcionais. Como escreveu Ben Horowitz (comentado aqui), empreender é um struggle, uma luta – e pode doer, mas nem sempre a pessoa se sente à vontade para falar em meio a tanta crítica, intolerância e incompreensão.

Pensando em dar vazão a isso, quero testar uma coluna chamada “Cá entre nós”: um espaço aberto (você pode participar) e anônimo (você não vai ser identificado), em que empreendedores, investidores e profissionais do meio startup poderão falar sem meias palavras, sem língua presa, sem rabo preso. Pense em um SAC, uma ouvidoria, mas sem a finalidade de resolução de conflitos (não vamos fazer intermediação).

Tá com alguma dificuldade com um sócio? Com investidor? Funcionário? Cliente? Concorrente? Descrente do status quo? Desabafa, desembucha, desenrola, desenvolve!

As informações submetidas por este formulário serão acessadas apenas por mim – e nem saberei seu email ou identidade. Me reservo a opção de não publicar.

Então vai haver filtro ou censura?

Sim. Não há sentido em divulgar críticas vazias, que só digam que tudo está uma merda. Tem que elaborar o pensamento, falar dos fatos – mesmo sem citar nomes dos envolvidos. Também não é uma coluna de fofocas que sejam apenas lavar roupa íntima em público. A ideia não é ficar denunciando, nem fazer tribunal público. A ideia é compartilhar um pensamento que seja ao menos levemente construtivo, dando contexto e perspectiva, para que outros imaginem as situações e vejam os ângulos diferentes.