O Google anunciou hoje em seu blog oficial um investimento de US$ 50 milhões em projetos que ajudem a encorajar meninas a criarem o interesse em ciência da computação enquanto ainda estão nas escolas. A campanha é uma resposta clara a divulgação dos dados de diversidade da empresa que dizia que apenas 17% dos funcionários da área técnica da empresa são mulheres.

O programa chamado Made With Code já tem um site com aulas que qualquer pessoa pode fazer, mas que chama a atenção pela diagramação e design claramente voltados para meninas. No site já é possível aprender a programar um gif, um avatar, etc.

Além disso, lá são encontradas mulheres que vivem de programar, as mentoras do programa como Miral, uma coreógrafa e dançarina de hip hop, Danielle, que é uma cinematografista na Pixar e Erica, uma humanitária que luta contra a malária espalhada no mundo. As três usam programação em seus trabalhos e é esse o mote da campanha, que programar vai ajudar as pessoas em qualquer carreira que ela seguir.

O projeto também apoiará professores que estimularem garotas a usar Codecademy e Khan Academy, famosas plataformas que ensinam programação online.

Veja o inspirador vídeo de anúncio do projeto: