A Cisco está com inscrições abertas até o dia 1º de julho para um desafio global de Internet das Coisas, o “Internet of Things (IoT) Innovation Grand Challenge“. A competição vai desenvolver tecnologias em áreas de aplicações, análise, gerenciamento e conectividade e terá como prêmio US$ 250 mil que serão divididos entre os três vencedores e poderá ser usado para acelerar negócios já existentes ou novos, que contribuem para a indústria de Internet das Coisas.

O concurso quer reconhecer, promover e acelerar a adoção de tecnologias e produtos inovadores. “A Cisco está focada em reunir novas perspectivas, tecnologias e soluções que antecipem e enfrentem as necessidades dos clientes, tanto no setor público quanto privado”, lembra o vice-presidente de Soluções para a Indústria e diretor de Globalização da Cisco, Wim Elfrink.

Os trabalhos devem estar relacionados às categorias: aplicativos e habilitação de aplicativos, analítico, gerenciamento, rede ou coisas. Os interessados podem se inscrever por este link até o dia 1º de julho. Na primeira fase serão selecionadas 19 ideias. Destas, seis passarão para as finais e três serão campeãs. Os ganhadores serão anunciados no Internet of Things World Forum, que acontecerá em Chicago, de 14 a 16 de outubro.

Os projetos serão avaliados em relação à oportunidade e ruptura de mercado, originalidade, criatividade, probabilidade de sucesso e escalabilidade em longo prazo. Além do prêmio em dinheiro, os vencedores serão orientados, treinados e terão a oportunidade de desenvolver e testar novas tecnologias.

Nina Lualdi, diretora sênior de Estratégia e Planejamento da Cisco Brasil, diz que o projeto é mais uma ação para promover a Internet das Coisas no Brasil e no mundo. “A Cisco vê um grande potencial para a inovação no Brasil. Acreditamos no poder transformador da tecnologia para ajudar o país a atender necessidades locais e aproveitar oportunidades de negócios através de conectividade e soluções inovadoras como as que desenvolvemos no nosso Centro de Inovação. O desafio “IoT Grand Challenge”, afirma a diretora.