O Kickstarter deu um chute para atingir mais pessoas. O principal site de financiamento coletivo do mundo, diminuiu as barreiras de entrada para aceitar projetos que precisem de uma grana para sair do papel.

As regras para um projeto ser aprovado estão muito mais simples e exigem basicamente que o negócio seja honesto, claramente apresentado, crie algo para compartilhar com as pessoas, não trabalhe com nada ilegal e que não seja simplesmente caridade.

Além disso, agora há o recurso “Lançar agora”, que basicamente coloca o projeto no ar diretamente, dispensando o crivo e julgamento da empresa. Um algoritmo automático analisará se o projeto pode utilizar essa função ou se ele ainda deve passar pelos olhos do Comunnity Manager do Kickstarter.Além disso, o usuário pode escolher não utilizar o recurso e já começar com o feedback da empresa.

kickstarter

As medidas foram tomadas para aproximar o Kickstarter de seu principal concorrente: o Indiegogo. Até agora, a principal diferença entre ambos é que o segundo era muito mais liberal na aprovação dos projetos, se comprometendo a aprovar qualquer coisa que não fosse ilegal “sem julgar ninguém”.

Até o momento, o Kickstarter aprovava 78% das campanhas submetidas. Destas, 44% tinham sucesso e eram financiadas. A empresa já levantou US$ 981 milhões de campanhas e ajudou 62.932 projetos a saírem do papel.