A Artemisia abriu as inscrições para seu novo programa de aceleração, chamado Aceleradora. O programa busca fomentar empreendedores que querem transformar o Brasil com startups focadas em produtos e serviços destinados às classes C, D e que atuem nos setores de educação, serviços financeiros, saúde e habitação, que trabalhem com as classes supracitadas.

Segundo a Artemisia, nos últimos três anos eles articularam mais de R$ 26 milhões para os 35 negócios acelerados, que beneficiaram mais de 3 milhões de pessoas e geraram mais de 350 empregos diretos pelas empresas aceleradas.

Durante o programa, intensivo, a organização oferece aos empreendedores auxílio para formatar o modelo de negócios, capacitação da equipe, mentores (veja quem são), refinamento do impacto social e acesso a investidores e parceiros (veja aqui).

O programa tem por objetivo preparar os negócios selecionados para alcançarem resultados econômicos e sociais em larga escala, tornando-se mais atraentes para investidores nacionais e internacionais.

Entre os critérios de seleção da Aceleradora são considerados o impacto social, a intenção genuína de mudar o Brasil para melhor, potencial de escala e estágio de maturidade (com preferência a negócios em fase inicial: de ideias piloto até startups com produtos no mercado e que buscam rápido crescimento).

As inscrições vão até 15 de junho e podem ser feitas aqui.