Mais uma semana, mais um Startup Weekend – desta vez, em Belo Horizonte, Minas Gerais. Segundo a organização, cerca de 150 pessoas se reuniram no Espaço Compartilhado do SEED, em Lourdes, e desenvolveram, em 54 horas, 15 empresas.

A startup vencedora foi a One Cloud, plataforma que busca unificar provedores de serviços em nuvem. Em segundo lugar, ficou a Buky, app que reúne profissionais de beleza que possam atender em tempo real a clientela, seguida por Camisa da Torcida, que personaliza camisas de times com frases criadas por torcedores.

As startups Necesse, de personalização de roupas para executivas, e Jay Music, plataforma que analisa o perfil musical dos participantes de um evento para criação de set list ao gosto do público, receberam menção honrosa pela superação de desafios.

O júri era composto por Gustavo Caetano, CEO da Samba Tech e presidente da Associação Brasileira de Startups (ABStartups); André Barrence, diretor-presidente do Escritório de Prioridades Estratégicas de MG; Marcelo Luna, gerente de aceleração de startups dos fundos INSEED, e Pedro Graziano, gerente de coworking do SEED.

O primeiro colocado foi premiado com duas bolsas integrais para um dos cursos “Saia do piloto automático” ou “Quanto vale sua startup?”, no Hub Escola de BH, mais 720 horas de coworking no Guajajaras Coworking e cinco horas de consultoria jurídica com a Melo Campos Advogados Associados, além de brindes Evernote.

O segundo colocado recebeu duas bolsas de 50% para os mesmos cursos, 480 horas de coworking no espaço Guajajaras, três horas de consultoria jurídica e brindes Evernote. Para o terceiro lugar, foram três bolsas de 20% para os cursos citados, 240 horas de coworking, duas horas de consultoria jurídica mais brindes Evernote.

“Metade do grupo não sabia o que era cloud e passamos o final de semana imersão para conseguir chegar ao resultado. Criamos um ‘Decolar’ de serviços de infraestrutura em cloud. Criamos um marketplace e, além disso, damos a oportunidade de gerenciar conteúdo de vários servidores em um só lugar”, conta Fabiano Salgado, membro do One Cloud, responsável pelo marketing da startup.

Sobre o Startup Weekend

O Startup Weekend é um modelo de evento criado nos Estados Unidos por Andrew Hyde, em 2007, que já passou por mais de 676 cidades de 119 países e desafia os participantes a lançarem startups que atendam às necessidade reais do mercado.

A realização na sede do SEED, programa de fomento à inovação do Governo de Minas Gerais, foi uma parceria para incentivo do empreendedorismo local. “O objetivo do SEED é o fortalecimento do ecossistema local. Somos um suporte para formação de rede de startups, entidades, empresas. Não queremos ser um oásis de inovação, queremos que isso se espalhe para a sociedade”, afirma Graziano.

Como foi

Na sexta, o evento foi aberto com um bate-papo com Amure Pinho, CEO do Blogo, Leo Uchoa, fundador do Smartleads, e Guga Gorenstein, CCO do Poup, que passou aos participantes o “Manual de sobrevivência do Startup Weekend”. Após, foram realizadas as apresentações de propostas de startups para votação, seguidas por formação de times para desenvolvê-las.

O sábado foi marcado por palestras voltadas à formação de empreendedores. Yuri Gitahy, investidor-anjo e fundador da Aceleradora, palestrou sobre validação de negócios, e Luigi Baricelli, ator, empreendedor e investidor falou sobre técnicas de apresentação.

Para potencializar todo este processo, o Startup Weekend BH contou com participantes de peso como os mentores, Gustavo Caetano, CEO Samba Tech e presidente da Associação Brasileira de Startups, Tomás Duarte, CEO Tracksale e vice-presidente da Associação Brasileira de Startups, Rodrigo Cartacho, CEO da Sympla, João Marinheiro, do StartupFarm, Beatriz Rodrigues, cofundadora da Planedia, Rodrigo Geribello, fundador da Abre Aspas, Claudio Meinber, cofundador do AceitaFacil, Elton Miranda, cofundador na Contentools, Leandro Morais, cofundador da Zase, Bruno Yoshimura, CTO do Kekanto, Rafael Nascente, cofundador da Repplica, Ricardo Couto Abrantes, advogado, Sandro Gerônimo, professor empreendedor.

No domingo, o trabalho não parou. Pela manhã, as equipes finalizaram seus trabalhos, ainda com o suporte de seus mentores. Já na parte da tarde, preparam suas apresentações e mostraram o resultado de seus trabalhos aos jurados.