Fusões e aquisições no Brasil movimentaram R$ 49,8 bilhões no primeiro trimestre de 2014. O dado é da Transactional Track Record (TTR), que cobre transações financeiras do mercado Ibérico e América Latina.

Segundo o relatório, divulgado ontem pela empresa que segue transações de M&A, Private Equity, Venture Capital, Mercado de Capitais, Project Finance e Financiamento de Aquisições, foram 167 transações, entre anunciadas e concluídas. Uma redução de 10% em relação ao mesmo período em 2013.

O subsetor de empresas que atuam no segmento de internet foi o mais ativo, com 28 transações registradas. A internet foi também a que mais atraiu investimentos estrangeiros, com sete investimentos recebidos. As empresas americanas foram as que mais realizaram aquisições (30 no primeiro semestre) e participações em empresas brasileiras.

A TTR explica que os valores apresentados são os divulgados pelas empresas. Com relação a venture capital, foram registradas 23 transações que movimentaram aproximadamente R$ 170 milhões. Nesse segmento, as transações destaque do relatório foram todas para startups: Kaltura, que recebeu R$ 113 mi; Bebê Store, que recebeu R$ 30 mi; Descomplica, que recebeu pouco mais de R$ 12 mi e Colab.re, que recebeu R$ 3,5 mi.

O levantamento também mostra que o mercado envolvendo empresas de private equity foi o menos ativo em relação ao ano passado, com 15 transações registradas, porém movimentou o maior valor dos últimos quatro trimestres: R$ 7,4 bilhões.

Em relação ao mercado de capitais brasileiro, não foi registrada nenhuma conclusão de IPOs. Em 2013 foram registrados dez IPOs que movimentaram mais de R$ 17 bilhões.