O aplicativo Wickr serve para troca de mensagens por texto, imagem, fotos e vídeos, mas com um diferencial, depois de cada interação ele automaticamente apaga toda a conversa. Em tempos em que privacidade é considerada prioridade, o aplicativo acaba de receber uma rodada de investimento de U$ 9 milhões, liderada pela investidora americana Alsop Louie.

A privacidade é tanto o foco do Wickr que seu logo é “A internet é para sempre. Sua conversa particular não precisa ser” e diante dos escândalos de vazamento de  informações para a NSA (Agência de Segurança Americana) de empresas muito acessadas como Facebook e Google, tem crescido o mercado de apps que prometem preservar a privacidade do usuário.

A compra do Whatsapp realizada pelo Facebook por US$ 16 bilhões, uma das maiores aquisições desse tipo, fez o uso de outras opções de aplicativos de troca de mensagem aumentarem.

O Wickr é uma startup surgida em 2012 na Califórnia e promete ser um jeito barato (o aplicativo é gratuito) e fácil de trocar mensagens criptografadas. A empresa disse que vai usar o investimento para validar o modelo de negócios e testar novos tipos de mensagem, como em grupo, por exemplo.

A Alsop Louie é uma investidora conhecida por investir em startups e tecnologias relacionadas a segurança.