O messenger Tango para Android e iOS , que além do serviço de troca de mensagens convencionais também oferece opção de jogos, de encontrar novos “amigos” via geolocalização e de compartilhamento de músicas, acaba de receber um aporte de US$ 280 milhões liderado pela gigante chinesa de e-commerce Alibaba.

A rodada condiz com a tendência atual de olhos virados para aplicativos de mensagens, endossada pela compra do Whatsapp pelo Facebook e do Viber pela Rakuten.

O Alibaba entra com uma parte de US$ 215 milhões e uma cadeira no conselho da empresa, além de parte da empresa. Outros investidores que já participavam da empresa cobriram o resto do aporte.

O Tango tem 200 milhões de usuários registrados . O CTO da empresa Eric Setton revelou que o serviço tem 70 milhões de usuários ativos por mês. O aplicativo atrai usuários principalmente dos Estados Unidos, do Leste Europeu e do Oriente Médio

Fôlego

 

A entrada do Alibaba nas mensagens é uma jogada para unir forças contra seu concorrente chinês WeChat, que já tem 355 milhões de usuários ativos. O Tango também está atrás de outros gigantes das mensagens como Whatsapp (450 milhões de usuários ativos), Viber (100 milhões de usuários ativos e o Line, com 300 milhões de usuários registrados.