Desde o último sábado, 08, a imprensa está se contorcendo para entender o que acontece na cabeça de Don Nguyen, o criador de Flappy Bird. O vietnamita, responsável por um dos maiores fenômenos do mundo mobile, decidiu, repentinamente, deletar seu game das lojas.

Segundo o The Verge, o jogo já havia ultrapassado a impressionante marca dos 50 milhões de downloads e estava gerando aproximadamente US$ 50 mil por dia, apenas com publicidade. Nas redes sociais milhões falavam sobre o game, como ele era viciante, divertido e irritante, enquanto outros o acusavam de plágio e a imprensa queria o tempo todo entrevistar Nguyen. Resumindo: muito lucro, muita fama e muita pressão.

Isso tudo levou o desenvolvedor vietnamita a explodir seu pote de ouro chamado Flappy Bird. Em seu Twitter, Nguyen disse que não fazendo isso por questões legais, não venderia o título, e ainda continuaria a desenvolver jogos. Ele só não aguentava mais tudo aquilo, como podemos ver no tuíte abaixo:

— Dong Nguyen (@dongatory) February 8, 2014

 

Essa não é a primeira vez que algo do tipo acontece. Phil Fish, criador do bem sucedido Fez, passou por uma história semelhante. Conhecido pelo seu comportamento temperamental, era comum ver o desenvolvedor xingando seguidores no Twitter. Apesar disso seu projeto foi um sucesso e ele estrelou o documentário Indie Game: The Movie, que explora bem sua personalidade sentimental.

Fish começou a trabalhar na sequência Fez 2, mas agora era muito mais famoso e, consequentemente, a pressão era ainda maior. O resultado? Simplesmente não aguentou e cancelou o projeto que lhe ocupara tanto tempo… simplesmente por não conseguir lidar com as críticas.

Acredito que ambos os casos trazem valiosas lições para qualquer um que queira empreender em qualquer área. Esteja sempre preparado para a pressão e para o possível sucesso repentino. Felizmente, normalmente, há um longo caminho que faz as pessoas evoluírem muito antes de chegarem ao sucesso — o empreendedor há de aprender e criar condições para lidar com a pressão.

Mas, no mundo tecnológico, há sempre exceções. Você pode fazer sucesso do dia para a noite. Se por acaso você se tornasse um Zuckerberg amanhã, estaria preparado para segurar a barra? Ou mandaria tudo para os ares, como fez o criador de Flappy Bird? É uma questão para se pensar e se ocupar, afinal de contas, a possibilidade é pequena, mas existe.