O cliente entra em uma loja e, conforme vai andando pelos corredores, recebe informações e promoções dos produtos em seu smartphone. É como se fosse uma versão digital e interativa dos antigos panfletos. É nesse tipo de relação que aposta a startup Microlocation, uma “plataforma brasileira de anúncios por proximidade”.

A aplicação utiliza uma tecnologia apresentada pela Apple na WWDC 2013, a iBeacon. A novidade é vista como uma evolução do NFC, já que se comunica com qualquer smartphone Android ou iOS que tenha Bluetooth 4.0 (também conhecido como Bluetooth Low Energy) em determinado espaço físico. A interação é feita sem um clique do consumidor, basta ter o aplicativo instalado.

Dentro desse conceito, a Microlocation oferece quatro produtos para os donos de estabelecimentos desenvolverem a interação com seus clientes. O primeiro deles é uma plataforma online onde o vendedor pode administrar o conteúdo enviado aos smartphones, lá ele pode determinar as promoções, subir as informações dos produtos, etc.

A Microlocation ainda oferecerá um aplicativo padrão, chamado Encart.es, para que o dono do local interaja com seus clientes. Se o vendedor quiser alterar o app, ele pode utilizar a API do serviço. Por fim, a empresa ainda oferece um dispositivo eletrônico, que faz a comunicação entre os produtos da loja e os smartphones dos clientes.

O pacote todo será alugado por uma mensalidade, que ainda está sendo definida. O produto está sendo testado em alguns supermercados, como o Bahamas Mix, de Juíz de Fora – MG, há mais de um mês. Segundo Gustavo Oliveira, CEO da Microlocation, os resultados tem sido positivos e os serviços serão oferecidos abertamente a partir de março.

Oliveira conta que atualmente a equipe da Microlocation conta com cinco pessoas e explica que a empresa é um braço da Handcom, companhia de tecnologia focada em criar facilidades empresariais.