Entrevista e redação: Loriza Kettle, jornalista voluntária na Campus Party.

A cada minuto que passa, a web produz conteúdo de todo tipo. Bom ou ruim, o fato é que quando não estamos produzindo, estamos consumindo conteúdo virtual. Pensando nisso, cinco empreendedores de Brasília criaram o app customizável We Crowdcasting, uma plataforma desenvolvida para aproximar as empresas de seus usuários, favorecendo parceria colaborativa na geração de conteúdo.

Com previsão do lançamento comercial para dois meses, a plataforma, desenvolvida para iOS e Android, é disponibilizada por meio de assinatura de pacotes e de acordo com o número de usuários, personalizada conforme a identidade visual da empresa. O público baixa o aplicativo em seu smartphone e pode publicar qualquer informação que achar relevante – foto, texto, vídeo ou áudio.

reporter-catracaO conteúdo será visto no feed do próprio aplicativo e o usuário pode compartilhar em suas redes sociais. Desta forma, o aplicativo permite que o público registre notícias que sejam relevantes, interagindo com a empresa.

O Catraca Livre apostou no projeto e já é parceiro do We Crowdcasting. Está disponibilizado para seus usuários o aplicativo “Repórter Catraca”, uma ferramenta que permite a cobertura de eventos em tempo real. Além de publicar no aplicativo, o público também pode ver seu conteúdo no site, mediante moderação dos editores. “Essa parceria com o Catraca é uma oportunidade que temos de testar o aplicativo antes de lançar oficialmente no mercado”, avalia Darlan Rodrigues, gerente de Marketing. O lançamento oficial do Repórter Catraca aconteceu dia 29 de janeiro, em São Paulo, na sétima edição da Campus Party Brasil.

O projeto nasceu da ideia de um portal de notícias colaborativo, mas a dificuldade de levantar público fez com que os empreendedores reformulassem o projeto. Já reconhecido como startup no mercado, o We Crowdcasting foi finalista no Demo Brasil 2013 e participa da Campus Party Brasil 2014 na área Startup & Makers.

O projeto foi apresentado buscando lançar a versão beta do aplicativo com o Catraca Livre e obter oportunidades com investidores. Segundo Rodrigues, o evento é uma ótima oportunidade de mostrar o produto para um público engajado em tecnologia. “Foi ótimo apresentar nosso pitch, a partir deles surgiram muitas conversas com pessoas interessantes que poderão nos ajudar a crescer”, analisa.