O professor doutor Scott Atlas, chefe da Neurorradiologia da Universidade de Stanford e membro do comitê de indicação ao prêmio Nobel de Medicina, investiu na Lisan – Health & Internet, startup da Bahia que criou o Raduniverse, uma espécie de simpósio de medicina na internet, na qual profissionais de todo o mundo discutem, trocam documentos e dão aulas por meio da plataforma.

O valor do aporte não foi revelado, mas Atlas esteve há alguns dias no Parque Tecnológico da Bahia para fechar o contrato de investimento – a empresa baiana está incubada na Áity.

A Lisan é a combinação perfeita sobre como usar as mais recentes ferramentas para beneficiar o Brasil, em um momento em que a assistência médica tornou-se mais complicada do que nunca”, afirmou o doutor, que é autor de mais de 120 publicações científicas e editor do best-seller “Ressonância Magnética do Crânio e Coluna Vertebral”, livro usado por médicos de todo o mundo para formação nesta especialidade.

A startup baiana, por sua vez, é a criadora da Raduniverse, canal exclusivo para médicos e que conta com a participação virtual de grandes nomes da medicina nacional e mundial, diretores científicos de instituições, mestres de universidades americanas e europeias, autores e coautores de livros científicos, entre outros.

A plataforma dá acesso a um fórum central livre para inclusão e discussão de casos com médicos convidados, imagens e artigos, que reproduz o ambiente habitual dos congressos, simpósios e mesas redondas.

Há, também, as aulas e dinâmicas em vídeo, com player próprio em HTML5 – a Lisan fornece um sistema de tradução online para acompanhamento nas línguas nativas, além de espaço para troca de artigos e documentos da comunidade médica.

(Na foto, Scott Atlas posa com empreendedores da Lisan; créditos divulgação)