Recebi esse artigo com exclusividade e achei bem interessante compartilhar, sobretudo porque se trata de alguém que conhece bem a rotina jornalística. O Felipe Payão atualmente é redator da PressWorks e já foi editor da – ótima – PCMagazine no Brasil.

Basicamente, o texto versa sobre questões e macetes sobre como obter a atenção do radar jornalístico. Confira abaixo.

 Como emplacar sua startup na mídia

A imprensa não é um botão que você aperta quando quer resultados. É preciso muito mais que isso

* Por Felipe Payão

 

É comum encontrar notícias de startups e novos produtos na mídia todos os dias. Jornais, revistas e sites adoram novidades. Então você pensa: “Quero que eles publiquem uma matéria sobre meu negócio!”. Esse pensamento é normal, qual startup não quer aparecer?

Após ligar para diversas redações de comunicação, enviar vários e-mails e ficar pendurado por bons minutos em ligações, comumente o resultado é o mesmo: zero. Nem uma única nota publicada. Entenda que, nesse caso, a insistência não leva à perfeição.

Como jornalista, atuei em redações e assessorias: os dois lados da bancada. Vou contar um pouco de tudo que já vi nestes últimos anos, o que funciona e o que não. Essas dicas vão ajudá-lo a entender como é a negociação de pautas com a imprensa.

Momento. Todos nós sabemos o quão urgente sua startup quer aparecer na mídia. Não apenas por status, mas também pelo retorno em negócios. Todavia, tudo tem seu tempo.

Busque a imprensa apenas quando tiver algo interessante em mãos, que seja de grande valor para muitos leitores. A partir disso, tenha uma meta específica. Por exemplo: novos usuários para um serviço recém-lançado – que funcione bem e possa ser testado. Ofereça algo palpável.

Público. Conheça o seu público-alvo e os leitores da mídia desejada. Sua startup oferece algum produto do setor automobilístico? Então, sites de tecnologia como Techtudo e Olhar Digital provavelmente não servem para sua empresa. Atente-se ao conteúdo editorial.

É preciso descobrir quem atingir e fazer uma lista de veículos propensos a publicar o que você deseja. Sites, blogs, revistas, jornais e até contas no Twitter e perfis no Facebook podem ser utilizados como divulgação. Dica de ouro: descubra quem trabalha nestes locais. Caso você não saiba, o Google pode lhe ajudar.

Comunicação. Dificilmente uma publicação fará uma matéria sobre sua empresa após uma abordagem sem graça – não entre em contato sem ter algo curioso. Simplesmente não funciona. Você precisa apresentar uma história rápida e interessante. Títulos atraentes, subtítulos informativos, poucas vírgulas e linhas – no máximo quatro por parágrafo. Esse é um dos melhores caminhos para elaborar seu texto.

Caso esteja preparando um press release (material de divulgação para a imprensa), tenha em mente que o cerne é o problema que está sendo resolvido. Prove que a sua solução funciona.

Mais, que a mídia pode ver ou experimentar esse serviço. Nunca se esqueça de dizer que você é e como chegou até ali. Sua história é relevante.

Se você realmente quer impressionar, siga o caminho direto: explique que existe um problema e como seu produto/serviço irá solucioná-lo.

Você pode até achar que seu negócio é revolucionário, mas não diga isso. Nem que será o próximo Twitter ou Facebook. Não fale que você tem a melhor equipe, ou a melhor tecnologia disponível. Autoelogio não cola.

Dica crucial para escrever bem e ter boa receptividade: condense a informação principal em poucas palavras para facilitar o entendimento do jornalista.  Isso não é impossível, além de se regra para a escrita na web. Na internet e, particularmente, em e-mails, textos longos trazem essa reação: “Meu Deus! Isto é comprido demais! Próxima mensagem”.

Tente saber quem são os repórteres e editores da publicação que você almeja. Estabeleça uma relação mais próxima com eles. Vá a conferências e cadastre-se em coletivas de imprensa do setor em que trabalha. E, mais importante, tenha um “elevator pitch” na ponta da língua. Como você se venderia para um formador de opinião em 30 segundos?

Da mesma maneira que os profissionais de mídia podem ajudar na divulgação do seu negócio, você pode ajudá-los com sugestões e ideias criativas e que interessem ao leitor.

 

* Felipe Payão é jornalista. Atualmente é redator na PressWorks; foi editor da PCMagazine Brasil.