Homem não precisa ser um almofadinha, mas pode dar uma geral no básico, né? Foi pensando na profusão de meias com bolinhas e furos, cuecas frouxas e camisetas surradas nos armários masculinos que a Easyman resolveu apostar em um serviço de entrega desses itens fundamentais do vestuário dos rapazes.

Segundo eles informam, o modelo de negócio aposta na aquisição programada de itens com consumo constante, ou seja, o usuário não precisa se preocupar em comprá-los durante o período do serviço.

“Nosso cliente não precisa mais ter o trabalho de ficar repondo roupas que se desgastam facilmente devido ao uso diário”, declara Daniel Chu, fundador da empresa.

Ele diz que a inspiração veio de um modelo bem-sucedido que conferiu pessoalmente nos Estados Unidos. “Os homens muitas vezes não dão a devida atenção a tarefas cotidianas, como comprar roupa de baixo. Um serviço para eles tem que ser prático e cômodo, por isso nosso site tem layout intuitivo e o slogan já diz: ‘Simples como o homem gosta’”, explica o empreendedor. Vale lembrar que a startup Rabixo já atua no Brasil fornecendo esse serviço.

Para o consumidor final, o formato da Easyman é simples: o assinante escolhe os produtos que deseja receber em casa, especificando modelo, cor, tamanho e quantidade de cada um. São meias, cuecas e camisetas das principais marcas, como Mash, Zorba, Mormaii e Trifil, que também podem ser adquiridas de forma avulsa.

No caso da assinatura, o valor pago varia conforme os itens elegidos e é o próprio cliente que determina a frequência das remessas ao longo do ano – de mensais a semestrais. A primeira delas já é recebida dentro de alguns dias.

O consumidor pode fazer alterações em seu kit e/ou no prazo de envio a qualquer momento da assinatura, sem ficar preso às escolhas do primeiro pedido. O pagamento é feito a cada entrega, e pode ser parcelado.

“Nossa perspectiva é aumentar a variedade de modelos oferecidos e abranger também outros produtos de uso frequente, para facilitar ainda mais a vida dos clientes”, diz Chu.

(Na foto, o empreendedor segura caixas da Easyman; créditos divulgação)