A inspiração veio de plataformas similares e bem sucedidas nos Estados Unidos, mas a tecnologia é 100% brasileira – e tem um modelo de negócios interessante. A nova plataforma Présumé, da startup Track Jobs, chega para solucionar uma lacuna de mercado que consome tempo e dinheiro das empresas: a triagem para uma vaga de empresa por meio de pré-entrevistas remotas.

Algumas empresas já apostam no Skype como uma maneira de fazer essa pré-seleção. Mas a diferença da Présumé é que o conteúdo é customizado para essa necessidade dos departamentos de recursos humanos das companhias.

A plataforma consiste em um questionário, cujas respostas são gravadas em vídeo, usando câmera e áudio do próprio computador do candidato. “É comum perceber já nos primeiros minutos de bate-papo se o aspirante à vaga atende ou não aos requisitos mínimos para continuar participando da seleção. Por isso vimos a necessidade de uma etapa intermediária entre a análise dos CVs e a entrevista”, afirmam Renato Tavares e Carlos Nakano, cofundadores da Track Jobs.

Recrutadores fazem o cadastramento das perguntas do questionário e do nome dos avaliadores das respostas. Na sequência, os candidatos selecionados na triagem inicial recebem por e-mail um convite para participar do processo de seleção.

Eles têm, então, trinta segundos para ler cada pergunta, e logo em seguida dispõem de até cinco minutos para respondê-las, em vídeo. Não é possível pausar a gravação, nem assisti-la ou reiniciá-la. “Só dá para descansar entre uma questão e outra porque a ideia é que o candidato seja espontâneo, tal qual uma entrevista presencial”, explicam os idealizadores.

A ferramenta permite o cadastramento de um número ilimitado de perguntas, embora a recomendação seja de formular poucas indagações de natureza técnica para avaliar o candidato. Testar a fluência de idiomas estrangeiros é uma das grandes vantagens apontadas pelos idealizadores do sistema em vídeo.

Outro benefício é a possibilidade de entrevistar candidatos em diferentes localizações geográficas, o que reduz o custo com viagens. A entrevista também pode ser feita de acordo com os horários e disponibilidade do candidato.

Os selecionadores previamente cadastrados para o processo da vaga recebem um aviso quando cada aspirante finaliza a gravação de todas as respostas. A partir daí, eles podem analisar individualmente o desempenho, com as opções de marcar positivo ou negativo e de enviar seus comentários aos demais avaliadores. A startup estima que 30% dos custos do processo seletivo são abatidos com essa filtragem proporcionada pela Présumé.

A plataforma permite cinco entrevistas gratuitamente. Além deste limite, cada gravação tem preço sugerido de R$ 80 por candidato – o valor varia conforme a quantidade contratada. Não há cobrança de assinatura nem taxa de cancelamento do serviço.

(Na foto, da esquerda para a direita: Carlos Nakano e Renato Tavares; créditos Divulgação)