Está bem variado e contempla quase a metade dos Estados brasileiros: o resultado do edital da Finep, que vai distribuir R$ 640 milhões para parques tecnológicos, saiu e já está disponível na internet (veja a íntegra logo abaixo).

Proponentes de 13 Estados diferentes – Pernambuco, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Alagoas, Sergipe e Amazonas – foram contemplados no documento.

É a primeira etapa, entretanto, porque, de acordo com o texto, os projetos enquadrados estão aptos à etapa de apresentação oral e deverão comparecer no local e nas datas determinadas no calendário de apresentação, que será disponibilizado junto com o modelo de apresentação no site da Finep, seção editais.

Para a apresentação oral, serão concedidos 20 minutos à instituição participante, acrescidos de 10 minutos para perguntas sobre o projeto.

As instituições vencedoras contemplavam os requisitos pedidos pela Finep: os R$ 640 milhões são destinados para parques tecnológicos em operação ou em estágio de implantação, além das empresas residentes nestes estabelecimentos. A ideia, diz a Finep, é atender a demanda do Programa Nacional de Apoio às Incubadoras e Parques Tecnológicos do Governo Federal, que pretende elevar a produtividade da economia brasileira por meio de apoio a projetos que envolvem risco tecnológico.

Segundo a Finep, os R$ 640 milhões serão concedidos por meio de três instrumentos.

  1. O primeiro deles (R$ 90 milhões em recursos não reembolsáveis) vai apoiar os parques tecnológicos em operação e em processo de implantação.
  2. O segundo instrumento oferecerá R$ 500 milhões em crédito, também para parques tecnológicos em operação e em implantação. “Neste caso, a solicitação de recursos ocorrerá respeitando o procedimento atual de análise de propostas adotado pelo programa Inova Brasil, que opera taxas de 2,5% a 5% ao ano, com carência de 48 meses e prazo final para pagamento de 120 meses”, diz a Finep.
  3. O terceiro será um fundo de investimento de R$ 50 milhões, que será destinado a empresas apoiadas por incubadoras e parques tecnológicos ou ainda aquelas que já se graduaram em programas do tipo a até dois anos. O fundo será chamado de Fundo Inova Empresa MPE.

Veja a íntegra do documento com o resultado agora divulgado pela Finep logo abaixo: