Já dá para se inscrever na terceira turma de aceleração da Papaya Ventures, segundo informação que a própria aceleradora nos repassou.

A ideia, segundo me detalhou Aloisio Moraes, gerente de operações da Papaya, é que as empresas venham por intermédio do Programa Start-Up Brasil, cujas inscrições estão abertas até o dia 19 de novembro.

“Queremos seis startups e a ideia é que todas elas venham pelo programa. Isso não quer dizer que boas startups que por algum motivo não tenham sido aprovadas no Start-Up Brasil vão ficar de fora, mas a pretensão é que todas façam parte porque o subsídio financeiro de até R$ 200 mil é um benefício e tanto”, explica ele.

Para essa próxima turma, a aceleradora declarou que está em busca de startups mobile com modelos de negócio revenue first, ou seja, startups que geram receita desde o primeiro dia, sem depender de grandes volumes de usuários para monetização ou que adotem modelos freemium.

Quem quiser se inscrever e fazer parte da seleção deve acessar o site da Papaya e preencher o formulário, respondendo às perguntas e gravando um vídeo, que pode ser feito via webcam.

Claro que a inscrição para o Programa Start-Up Brasil deve ser feita por meio do site governamental – a ideia da aceleradora é que empreendedores que desejem passar pela Papaya se inscrevam no site também.

As startups selecionadas pela Papaya poderão utilizar o espaço de coworking da aceleradora, em Botafogo, no Rio de Janeiro; receberão investimento no valor de R$ 20 mil e acesso a mais de 50 mentores do mundo inteiro e a parceiros como AWS, Microsoft, B2W, Qualcomm, entre outros.