Administrar uma empresa é uma tarefa árdua e, muitas vezes, alguns imbróglios ou dúvidas judiciais podem surgir, independentemente do porte dessa companhia. Sem contar o preço para contratação de advogados, cujos honorários geralmente são altos.

Pensando nessa coexistência de fatores, o escritório de advocacia Garrido & Tozzi criou o programa Legal Angels, que nada mais é do que um serviço de assessoria jurídica para as pequenas empresas tecnológicas.

Segundo o que eles nos contaram, trata-se de um programa mensal desenvolvido por jovens advogados para jovens empreendedores, com o intuito de uma melhor proteção jurídica para as empresas startups. Existem diversas modalidades do programa, as quais compreendem as demandas trabalhistas, contratuais, societárias, consumeristas e adequação legal da empresa para a sua virtualização (e-commerce).

Existem, é claro, alguns pré-requisitos: a startup deve ter menos de cinco anos de existência no mercado e faturamento anual inferior a R$ 360 mil.

O programa Legal Angels cobra por hora de atendimento mensal – e os preços prometem ser amigáveis: duas horas mensais no plano standard custam R$ 90 (com hora adicional a R$ 50), enquanto cinco horas mensais no plano premium saem por R$ 150 (hora adicional por R$ 40). O prêmio platinum fecha a trinca, com direito a dez horas mensais por R$ 250 (neste caso, a hora adicional custa R$ 35). Detalhe: os contratos de investimento não estão inclusos nos planos para atendimento das áreas contratadas – isso é feito à parte.

Eles avisam que todos esses planos contemplam a consultoria jurídica em qualquer das áreas contratadas, com direito a uma reunião mensal de acompanhamento.