A startup é recém-formada, mas seu foco é claro: suprir a barreira do idioma entre restaurantes e estrangeiros, público que, diante da Copa do Mundo e das Olimpíadas, deve se tornar mais frequente no Brasil.

A ideia da iCode Cardápios Inteligentes é fornecer a tradução simultânea e imediata do cardápio de estabelecimentos, como bares e restaurantes, a partir de um código QR para smartphones e tablets que permita ao usuário ler o cardápio em outro idioma.

O funcionamento envolve a tradução de todo o conteúdo do cardápio do cliente, é claro. Em seguida, a iCode cria códigos QR específicos para o restaurante, imprime etiquetas adesivas para inserir na carta e hospeda o cardápio no idioma escolhido. O cliente, munido de um smartphone ou tablet, só precisa ter um leitor de QR Codes instalado em seu aparelho para que consiga ler a informação e ser automaticamente migrado para o cardápio escolhido e traduzido. Pacotes e planos saem a partir de R$ 99 – e eles garantem a tradução para qualquer idioma.

A startup é cofundada por dois empresários que já atuam no ramo de comunicação e marketing, Rodolfo Parisi e Matias Tino. Eles contam que estão em operação há pouco mais de um mês no Brasil e que já fecharam parcerias com os restaurantes Avek, Diogo 554 e La Parisi, em São Paulo. A meta é expandir o serviço para todo o Brasil até o final do ano.