Foi dentro da consolidada experiência no mercado da construção civil que o pessoal da eStoks percebeu um gap ao término de grandes obras: muitas máquinas, equipamentos e mobílias sobravam.

Não havia tempo para as empresas comercializarem aquilo e, a partir daí, a plataforma foi criada, justamente para suprir este déficit do mercado da construção civil.

Conversei um pouco com o diretor da eStoks, Ricardo Salazar de Farias. Integrante das selecionadas do Startup Brasil, a empresa vai ser acelerada pela 21212 com uma bolsa solicitada de R$ 199,5 mil. Veja os principais trechos da entrevista abaixo.

Conte-nos um pouco sobre o produto ganhador do Startup Brasil.

Somos uma empresa especializada em comercializar ativos e estoques excedentes de grandes empresas de construção civil. Meu sócios e eu trabalhávamos há quase sete anos na maior empresa de construção da América Latina, e lá verificamos que, ao longo do ciclo de uma obra, muitos ativos especialmente máquinas, equipamentos, mobílias sobram nos canteiros e pátios das grandes obras sem que a empresa tenha tempo para comercializá-los e assim recuperar parte do investimento feito na sua compra. A comercialização, quando ocorre, se faz no fim das obras, de forma bastante precária.

Nossa empresa surge como alternativa profissional de gestão do ciclo de vida destes ativos e visa criar um link robusto e transparente, entre as construtoras e uma imensa rede de potenciais compradores, constituída de pessoas físicas, micro, pequenas e médias empresas, que cada vez se mostram interessadas em adquirir estes ativos.

Estamos construindo uma rede de compradores, hoje composta por mais de 6 mil deles cadastrados e mais de R$ 50 milhões em ativos cadastrados em nosso site.

-Vocês já tiveram investidor ou aporte antes do Startup Brasil?

Sim, já tivemos aporte de dois investidores anjos.

 

Quem são os fundadores da startup e quais as respectivas funções?

Eu, Ricardo Salazar de Farias, atuo na direção geral do time e sou também responsável pela área de prospecção e vendas B2B. Arthur Rozenblit atua na direção financeira e relações com investidores. Já Isabel Wanderley é a responsável pela TI.

 

A startup está em funcionamento?

Sim, já estamos funcionando há pouco mais de um ano e temos hoje 10 funcionários.

 

A ideia vem sendo desenvolvida desde quando?

A percepção a respeito do problema me veio à tona desde a primeira vez que pisei num canteiro de obras, em 2006, e tomei conhecimento da quantidade de dinheiro que não era recuperado por parte das grandes empresas de construção civil devido à má gestão de ativos. Em 2010, porém, incubamos a nossa ideia na Incubadora do Porto Digital, a Cais do Porto, e a partir daí passamos a pensar numa forma de melhor monetizar esses ativos.

Fale um pouco sobre a praticidade da sua plataforma.

Para as empresas, conseguimos melhorar a gestão de seus ativos e estoques, comercializando-os no momento e preço certo, através de um ambiente profissional, reduzindo custos administrativos e logísticos de manutenção de ativos e estoques que não tem mais valor para as empresas.

Por parte dos compradores, damos acesso para que pessoas físicas, microempreendedores, pequenas e médias empresas tenham acesso a bens de consumo e de capital de excelente qualidade e por preços imbatíveis.

Também impactamos positivamente a sociedade e o meio ambiente, pois ajudamos a aumentar a vida útil e o reuso de milhares de máquinas, equipamentos e itens de mobília que devido a uma má gestão de sua vida útil, terminavam sendo descartados muito antes do necessário.

 

Qual a vantagem da plataforma de vocês em relação a outras?

Os produtos oferecidos pela eStoks têm procedência garantida, uma vez que são oriundos das maiores e melhores empresas do Brasil, que por usa vez fazem uso de produtos de qualidade e de ótima durabilidade.

Damos a nossos compradores a oportunidade de visitar e avaliar os itens antes de comprá-los para garantir a veracidade do item divulgado e maior confiança na compra.

Nossos itens também são vendidos a bom preço, com descontos de até 90% e com condições facilitadas, seja via financiamento para bens de alto valor (caminhões, máquinas, equipamentos pesados etc), como parcelamento no cartão de crédito, em até 12x, para os itens de menor valor (computadores, móveis, etc).

Como e onde os serviços são fornecidos?

Prestamos serviço em mais de 11 estados. Os produtos são comercializados através da nossa plataforma. Nossa empresa tem sede no Porto Digital, Recife e escritório no Rio de Janeiro.