O nome da empresa, em tradução literal, é “amo segundas” – por isso, nada melhor do que publicar o texto sobre a britânica Love Mondays já nas primeiras horas da manhã desta segunda-feira.

Participante do programa Startup Brasil, a empresa vai ser acelerada pela Aceleratech* e me contou que pediu o valor máximo da bolsa.

A plataforma é uma espécie de vitrine profissional, que promete trazer transparência e ética nas relações profissionais do mercado brasileiro.

“O Love Mondays está vindo para revolucionar o mercado de trabalho brasileiro, trazendo mais transparência sobre o ambiente profissional e as oportunidades de crescimento dentro das grandes empresas. No Love Mondays os candidatos a emprego descobrem quais são as melhores empresas para trabalhar”, me contou a cofundadora Luciana Caletti.

Detalhe: ela é brasileira, embora a empresa tenha sido idealizada na Irlanda. Seus sócios, David Curran (CFO) e Shane O’Grady (CTO) são irlandeses, contudo. Os três têm vasta experiência e carreira em multinacionais.

Modus operandi

Ela me explicou também que funciona da seguinte maneira: no site, funcionários postam avaliações anônimas das empresas onde trabalham. As empresas, por sua vez, falam sobre oportunidades de carreira, treinamento, cultura, benefícios, etc. Por fim, os candidatos acessam essa riqueza de informações e decidem quais são as melhores empresas para trabalhar.

“Quando uma pessoa está pensando em mudar de empresa, ela não tem acesso a informações sobre como realmente é trabalhar nas grandes empresas no Brasil. Ela geralmente acessa o site da empresa, relatórios da indústria ou conversa com amigos que trabalham na empresa para obter mais informações. Porém, essas informações são extremamente limitadas, genéricas e às vezes não confiáveis”, afirma a empresária.

A ideia é que o Love Mondays mude essa filosofia. “As pessoas que estão pensando em mudar de empresa têm acesso a informações relevantes sobre a cultura da empresa, oportunidades de carreira, remuneração e benefícios, etc. Essas informações tornam a tomada de decisão sobre qual é a empresa certa para trabalhar muito mais prática, bem informada e com maiores chances de sucesso”, diz ela.

“Fatores como a cultura da empresa, oportunidades de carreira e equilíbrio entre vida profissional e pessoal são discutidos no site. Assim, o candidato pode tomar uma decisão bem informada sobre se uma determinada empresa realmente proporcionará o ambiente de trabalho e as oportunidades de desenvolvimento profissional que ele busca”, declara.

*A Aceleratech faz parte da nova estratégia do Startupi; leia mais aqui