O programa Sthart, que promete formar um exército de alunos capacitados a trabalhar com startups, encerrou na última sexta-feira sua primeira edição. No total, dos cem alunos que iniciaram o curso, 88 permaneceram até o último dia, quando eles passaram por uma bateria de entrevistas de emprego com 42 startups.

Segundo Pedro Conrade, gerente do Sthart, o que foi mais valorizado pelas empresas contratantes foi o perfil empreendedor dos alunos, com a vontade de “botar a mão na massa”. Esse tipo de pegada no trabalho ganhou prioridade sobre as capacidades técnicas dos candidatos, diz Pedro.

Ainda de acordo com a organização do programa, 18 alunos deixaram seus empregos em tempo integral para participar do projeto e outros 44 contaram que estavam dispostos a mudar de cidade se conseguissem um emprego no setor digital. Dos selecionados para as aulas, 41 não são da cidade de São Paulo, e 9 são de outros Estados brasileiros.

Confira um infográfico com o perfil dos alunos:

infografico_final_sthart

O Sthart tem uma próxima turma em vista, com a previsão de que as inscrições comecem já em setembro, porém ainda não foi batido o martelo.

Leia mais do Sthart:

Foto: John Walker