A EasyAula, startup selecionada para o Start-Up Brasil e acelerada pela 21 212, anunciou hoje uma grande mudança em seu modelo de negócios. A empresa anunciou que começará a priorizar as vídeoaulas em seu portfólio, e não mais as aulas presenciais que eram mediadas por meio da plataforma. “Criada em julho de 2012, a startup era responsável por toda logística envolvida nos cursos – da escolha do local à comercialização. No modelo atual será cobrado uma mensalidade de R$ 29, 90 pela assinatura, o que dará o direito de assistir, a qualquer momento, todo o conteúdo disponibilizado no site”, informa a EasyAula.

Segundo Diego Alvarez, CEO do Easyaula, houve uma demanda por aulas gravadas maior do que a que era observada por aulas presenciais. “Com a vida corrida, muitas pessoas não têm tempo para se deslocar pela cidade até o local da aula. Sempre me perguntavam se determinado curso estaria disponível para ser visualizado depois. Agora todas as nossas aulas poderão ser vistas pela internet, de qualquer lugar”, diz, segundo comunicado. A empresa já estava testando seu modelo de cursos online há uns meses.

Apesar da mudança no meio, a finalidade da EasyAula continua a mesma: trazer cursos de aperfeiçoamento profissional. “Continuamos com a proposta de cobrir o gap entre o que você aprende na faculdade e o que mercado de trabalho precisa, com professores que também são profissionais especializados na área de atuação”, afirma Alvarez.