Nas últimas semanas, conversei com fundadores de startups que criaram seus negócios em torno do conceito da sustentabilidade e do uso verde dos recursos do planeta. São a Ahmisa e a Vegit, as duas atuando em setores bem diferentes, mas com um ideal em comum.

Franca

A Ahmisa tem uma história legal e foi fundada por Cisso Silva e Gabriel Silva, pai e filho, respectivamente. Cisso já havia criado, na cidade de Franca (interior de SP), uma empresa de produção de calçados e acessórios para grandes marcas. E, inicialmente, Gabriel passou longe dos negócios familiares e se tornou piloto de aviões.

“Eu estudei nos Estados Unidos e, quando voltei, meu pai me convidou para trabalhar com ele. Fiquei encantando com o mercado, mas abri os olhos para um lado diferente, essa parte da sustentabilidade e proteção dos animais”, contou Gabriel, com quem falei por telefone. Logo, o ex-piloto se tornou vegetariano e “adepto das práticas veganas”.

Gabriel também parou de usar couro e diz que “demorou para perceber” que ele podia ser uma pessoa a criar um negócio em torno disso. “Eu tinha a empresa com todo o ‘know how’, a vontade e até a necessidade de criar um produto do qual eu poderia ser o consumidor”, explica. “Conversei com outras pessoas e vi que a necessidade era de muitos. As pessoas querem um calçado ou acessório que seja estiloso e bonito, mas que seja sustentável.”

Foi assim que nasceu a Ahmisa, que atualmente vende calçados e acessórios sem couro. Segundo o sócio, a produção ainda é pequena e controlada. Nos produtos vendidos, o couro foi substituído por algodão, já que Gabriel afirma que o plástico polui muito. “Trabalhamos com uma matéria prima de alta taxa de biodegradabilidade. Na nova coleção, também estamos juntando algodão reciclado e garrafa PET.”

A ideia foi concebida em 2012, mas o projeto só tomou forma mesmo em janeiro de 2013. Seis meses depois, o site seria lançado. O investimento foi feito pelos próprios sócios e a empresa funciona com três funcionários, em Franca, no interior de São Paulo.

Brasília

Da nossa capital nacional, veio a outra ideia sustentável que tratamos aqui. O VegIt é um produto que permite que os usuários encontrem e divulguem as melhores opções gastronômicas para quem é vegetariano e vegano.

Por enquanto, o aplicativo está em fase de financiamento coletivo no IndieGoGo, onde já podem ser vistas algumas telas do produto. Yuri Coppe, Filipe Braga e Aurélio Arantes são os fundadores do produto. “Acredito que a plataforma será de grande utilidade não só para o público vegetariano ou vegano, mas também para aqueles que tem amigos, familiares ou namorados adeptos de uma dieta sem carne ou derivados animais”, afirma Filipe, segundo comunicado divulgado pela assessoria de imprensa do projeto.

Foto: blmiers2