A impressão em 3D (manufatura aditiva) é uma realidade. Aliás, é uma realidade há um bom tempo. Para quem tem background em manufatura a impressão 3D não é novidade. O que é novo é o crescimento exponencial da sua utilização na fabricação de coisas que são realmente funcionais.

A impressão 3D era usada há alguns anos somente para prototipagem rápida[1]. Recentemente a tecnologia se tornou (muito) mais acessível, confiável, rápida e barata! Ganhou as capas das revistas[2] e ganhará as oficinas, lojas, hospitais e casas do mundo.

Quais são os benefícios da impressão 3D e como isso irá mudar os negócios? Veja algumas ideias:

  • Permitirá a redução do uso de materiais: ao invés de colocar uma peça de matéria-prima (aço, alumínio, plástico etc.) em uma máquina e ‘retirar’ (é que isso que fazem máquinas como tornos e fresadoras, por exemplo) material para dar forma a peça, o ‘fabricante’ alimenta a impressora 3D com matéria prima e essa utiliza somente a quantidade necessária para fabricar o produto;
  • Eliminação de operações de montagem: com a impresso 3D é possível imprimir articulações, conexões, juntas, dobradiças etc. já incorporadas na peça – por exemplo, é possível imprimir um braço robótico que não precise de nenhuma montagem;
  • Torna-se possível a fabricação de formas que antes eram impossíveis (ou… ‘pensou, modelou, imprimiu…’): a impressão 3D ‘liberta’ engenheiros e designers dos limites impostos pelos métodos de fabricação e montagem tradicionais – qualquer geometria poderá ser impressa;
  • Flexibilidade: o tempo de troca de modelos nas impressoras 3D é irrelevante e uma máquina pode imprimir infinitas geometrias (muito em breve, possivelmente, muitos materiais serão combinados em uma mesma máquina);
  • Eliminação dos custos logísticos: com os produtos impressos no local de consumo são eliminados os custos logísticos (transporte, estocagem e outros associados).

Esses são só alguns dos benefícios. As possibilidades que se abrem são inúmeras. Em breve você poderá imprimir produtos complexos em casa (por exemplo, um iPhone… bastará você pagar e fazer o download do arquivo 3D na Apple Store e carrega-lo na sua impressora), poderemos fabricar inúmeras (todas?) coisas no espaço e imprimir órgãos humanos. Parece ficção científica? Está a caminho, a passos acelerados.

Por enquanto, você pode comprar uma impressora doméstica como a Cube[3] e começar a treinar. Quer ideias do que fazer? Simples…. inscreva-se-se na rede da Cubify e na Thingverse[4]. Precisa de software? Simples também: faça o download e instale o 123D[5] ou um software similar. É divertido, garanto!

Aqui na SU temos um laboratório com várias impressoras 3D. Brincadeira e diversão garantida para os geeks de todas as idades.

 

Comentários ou opiniões expressados neste site são de responsabilidade do autor. As visões não necessariamente representam as da Singularity University, seus gestores ou colaboradores. A Singularity University não é responsável pela confiabilidade do conteúdo expressado pelo autor.

Singularity University, 10^9+, Ten to the Ninth Plus, marcas relacionadas e logomarca são de propriedade da Singularity University e são registrados e/ou usados nos Estados Unidos e em outros países.