O Brasil tem dois times representados entre os 25 finalistas do Go Green in the City, um concurso que premia estudantes com projetos de gerenciamento inteligente de energia. Natália Weber e Lucas Casagrande apresentaram um trabalho sobre o desenvolvimento de data centers mais sustentáveis, enquanto Patrícia Trombini e Marina Cavalli criaram um projeto envolvendo carros elétricos. Os dois times são formados por estudantes do Rio Grande do Sul. Agora, os quatro brasileiros participarão da grande final da competição, em Paris, no final de junho, disputando uma vaga na empresa que criou o concurso e uma viagem pelo mundo.

Para Natália Weber e Lucas Casagrande, a ideia é desenvolver centros de dados verdes, durante seu semestre letivo na Universidade Estadual do Rio Grande do Sul. Eles pretendem usar um sistema de refrigeração líquida e geração de energia termoelétrica para melhorar a eficiência dos sistemas.

“Este projeto pode contribuir para as cidades mais verdes, porque será capaz de salvar quase 116,5 terawatt-hora (TWh) de energia elétrica. Para se ter uma ideia, o Brasil consome cerca de 450 TWh por ano, o que representa uma redução de aproximadamente 26%. Além disso, a iniciativa também geraria uma redução de aproximadamente 1 bilhão de toneladas de dióxido de carbono por ano”, explica Natália, segundo texto divulgado pelo governo do Rio Grande do Sul.

Já Patrícia e Marina estudam na Universidade Federal do Rio Grande do Sul. O projeto delas propõe uma complementação dos carros elétricos, com células fotovoltaicas, para usar os que estão estacionados como fornecedores de energia.

Acompanhe o andamento dos times brasileiros aqui.

Conheça os 25 times finalistas aqui.

Foto: Vencedores da edição de 2012 do concurso. Divulgação.