Fui procurado pelo desenvolvedor Eduardo Baião, que criou o WeCast, um app para iOS com uma experiência de uso bastante interessante. Conhecido pelos apps Almanaque dos anos 80 e Almanaque dos anos 90, Baião já tinha lançado uma versão inicial deste app com o nome de MegaBogaCast.

Além de mudar de nome, o app também é agora uma plataforma onde os usuários compartilham imagens e textos relacionados aos assuntos dos episódios. Pedi para ele explicar melhor o que está por trás desta inovação. A resposta veio consistente. Com a palavra, Eduardo Baião.

“A idéia para o aplicativo surgiu pouco tempo depois que comecei a ouvir podcasts. Muitas vezes os podcasters citavam fatos que eu desconhecia, nome de personagens ou pessoas das quais eu não tinha informações a respeito, filmes ou músicas antigas e, por não estar sempre na frente do computador acabava ficando com dúvidas ou com uma curiosidade não resolvida.

Fiquei imaginando se não seria legal poder ver alguma imagem sobre os tópicos levantados, no exato instante em que o assunto aparece nos episódios. Acreditando também no força da coletividade decidi criar uma plataforma onde qualquer ouvinte pudesse adicionar este conteúdo extra. É a mesma idéia que move a Wikipedia, por exemplo.

Nossa idéia não é competir com o vídeo, mas sim levar a experiência do ouvinte de podcasts um nível adiante, já que cada episódio passa a ser algo vivo, com pessoas sempre adicionando mais informação àquilo que já foi apresentado nos episódios. Nesta versão, o aplicativo apenas apresenta as informações extras, mas em breve estes quadros também servirão como hyperlinks. Exemplo: alguém cita o nome de um filme. Aí o aplicativo apresenta o pôster na tela. O usuário poderia então tocar na tela e visualizar a página do imdb para o filme, ou visualizar um vídeo do trailler do filme, por aí vai.

Usando este conceito de hyperlink, a imagem também poderia direcionar para páginas onde o usuário poderia comprar o produto citado. No caso do filme, ele poderia ser direcionado para um link patrocinado onde pudesse comprar um DVD do mesmo. O legal disso é que a publicidade não seria invasiva. Estaria totalmente dentro do contexto”.

Segundo o desenvolvedor, uma série de podcasters já se manifestou sobre o app:

  • “O WeCast mudou a maneira como eu consumo podcasts !” – Tato Tarcan do @weRgeeks;
  • “Uma forma de apreciar podcasts única entre seus pares, e o melhor focado na podosfera brazuca” – Gustavo Faria do@CocaTech;
  • “Eu curto muito o WeCast, como produtor de podcasts e como ouvinte, pelo conforto, praticidade e possibilidade de descoberta de novos podcasts . Tenho ainda orgulho por ser um aplicativo brasileiro!” – Luciano Pires do @Cafe_Brasil;
  • “Uma experiência única para o ouvinte! Nosso podcast ficou ainda mais rico com o banco de imagens do WeCast” – Prof. Maury do @weRgeeks;
  • “É a melhor forma de se aproveitar um podcast !” – Miotti do @jurassicast;
  • “Com o WeCast é muito mais fácil para os ouvintes entenderem as referências citadas no podcast ” – Bruno Costa do@cinecast e @CruzadorF.

Eu instalei. Vamos ver se agora eu viro fã do formato podcast. E você? Curte podcasts?