A rede social Colab está, aos poucos, colocando a prefeitura de Recife para trabalhar a serviço direto de seus cidadãos. Fundada por Bruno Aracaty, Gustavo Maia, Paulo Pandolfi, Clarissa Accioly, Josemando Sobral e Vitor Guedes, o site foi ao ar na cidade do Nordeste em 6 de março e tem a intenção de conectar os moradores a suas cidades –em abril, o projeto foi lançado também em São Paulo.

“Fomos ao ar em março, apenas para cerca de 50 convidados, para corrigir bugs e fazer melhorias. Já estávamos com os aplicativos e a plataforma aberta na internet e começamos a ter repercussão”, conta Bruno. O lançamento oficial veio no final de março e já são 5.500 mil usuários na plataforma.

Uma das principais campanhas da rede social atualmente em Recife é pela modernização da companhia de tráfego da cidade e, segundo Bruno, a prefeitura local já fez contato com os fundadores sobre o assunto. “Começamos a ter respostas da prefeitura também com relação a algumas postagens que foram colocadas no site, dizendo que alguns problemas citados já haviam sido resolvidos.” Veja um balanço que a Colab fez após sua primeira semana de atuação:

Já com um número maior de usuários em Recife, a rede social parte para expansão para São Paulo e planeja ir para o Rio e, gradativamente, chegar a todo o Brasil. “Nossa estratégia foi começar por Pernambuco como um teste, por ser um ambiente mais controlado, onde conseguiríamos ter segurança em relação a servidores e bugs”, diz Bruno. Já aberta aos paulistanos, a companhia também ganhou um escritório comercial na capital paulista. “Queremos ter, pelo menos, 500 mil usuários em todo o país até o final do ano.”

Financiado com o capital próprio dos sócios até agora, Bruno afirma que estão sendo feitas conversas com grupos de investidores no momento. Ele não confirmou o fechamento de nenhum aporte.

A Colab é uma das semifinalistas do concurso de aplicativos AppMyCity. Saiba mais aqui