Com dois investimentos já feitos no país, a alemã Project A Ventures anuncia oficialmente sua chegada ao Brasil com um fundo global de 50 milhões de euros para investir em projetos brasileiros e alemães –o dinheiro será dividido entre os dois países em que a Project A atua. Segundo a companhia, o valor foi aportado pelo Grupo Otto.

A Project A se coloca na categoria de “company builder”, o que quer dizer que eles fazem o desenvolvimento das empresas e investem nelas, em um esquema parecido com o da também alemã Rocket Internet. Eles pretendem investir em projetos de e-commerce, online service, adtech e mobile que ainda estejam em estágios de incubação e aceleração.

Segundo comunicado divulgado, a Project A tem planos delançar 15 novos negócios no Brasil até o final de 2014. Com sede em São Paulo, eles já lançaram dois sites de e-commerce: Natue e Epicerie. Na Alemanha, a empresa já tem um portfólio de 15 startups, além de 350 funcionários.

Para cumprir suas metas locais, Olivier Raussin, CEO da Project A Ventures para América Latina, afirma que está aberto a três tipos de negócio: “investimento em startups brasileiras; joint-venture com empresas online de outros países interessadas no mercado brasileiro e parceria com lojas brasileiras que tenham potencial para entrar no mercado online”. A Project A também conta que topa fazer co-investimentos com outros investidores do país.

A escolha do Brasil como segunda sede da empresa está “alinhada à estratégia de crescimento em mercados de grande potencial”, diz a companhia. “Atrativos como desenvolvimento social, estabilidade econômica e liderança no mercado regional chamaram a atenção dos investidores.” Agora, eles estudam a ampliação da atuação para México e Colômbia.

Foto: Bernat Casero