Design for manufacturability, design for assembly. Andando pelo TC Disrupt em Nova York (veja nosso especial) no dia dedicado a exibição de startups de hardware, ouvi umas expressões diferentes do que se ouve nos meetups brasileiros, e encontrei o estande da Bolt, uma aceleradora de produtos manufaturados.

“Temos um espaço em Boston com 1 milhão de dólares em equipamentos à disposição das startups em que investimos. Damos dinheiro, mentoria e temos engenheiros à disposição. Temos três investidores institucionais, que são a Autodesk, Logitech and Grishin Robotics, mais uns vinte investidores anjos no programa, e uma forte rede de programas”, posicionou Chris Quintero, um dos expositores da Bolt.

A aceleradora iniciou em fevereiro (a partir de um aporte de 3,5 milhões de dólares) e está com chamada aberta (inclusive para brasileiros) até 22 de maio. Os mentores incluem Brad Feld e fundadores da Harmonix Music e da Kiva Systems. A Bolt também tem uma série de serviços que podem ser usados (de forma facilitada) por quem está construindo hardware (produtos físicos em geral), funciona 24h por dia, 7 dias por semana, e também funciona como loja.

Veja a conversa inteira no vídeo abaixo.

Foto: Garnett/Flickr