O Sururú Valley, como se autodenomina o polo de tecnologia do Alagoas, lança mais um de seus filhos para o mundo. Trata-se da Crowd.Mobi, aplicativo que pretende medir a experiência do usuário com as operadoras de telefonia para monitorar o sinal do aparelho e a qualidade da ligação, além de controlar gastos com ligações, SMS e tráfego de dados.

Quem nos enviou um e-mail divulgando a iniciativa foi João Kepler Braga, um dos investidores da IlhaFun, startup responsável pela criação do aplicativo. A IlhaFun foi criada pelos alagoanos Leandro Neves, Daniel Amaral e Bruno Amarale –além de João, a companhia recebeu aporte de outros anjos associados ao núcleo de Alagoas da Anjos do Brasil.

Agora, com o Crowd.Mobi, a IlhaFun quer contribuir para uma melhora na qualidade dos serviços prestados pelas operadoras brasileiras. O aplicativo, que foi lançado para Android, pretende informar ao usuário quanto e quando ele gasta por mês com seus serviços móveis.

A ferramenta também monitora o nível do sinal do aparelho, medindo sua qualidade em uma escala de 0 a 30. O dono do smartphone também pode cadastrar seus amigos favores, que serão avisados se o sinal de uma ligação entre eles estiver abaixo do ideal.

Segundo o investidor, o aplicativo poderá ser usado pelos clientes insatisfeitos com suas operadoras. É possível criar um perfil no site e fazer avaliações do serviço prestado, além de se conectar com outros usuários que ajudarão a montar um ranking de avaliação das operadoras.

“Baseado em uso e consumo colaborativo, por isso o nome ‘crowd’, o App promete ser em muitos casos, tormento das Operadoras, pois vai acumular informações precisas de locais de “sombra”, baixa qualidade e intensidade (dados e voz) e isso pode ser usado, por exemplo, para denúncias ou para escolha através destas experiências”, diz João.

Foto: Perolo Orero – www.orerofotografia.com/Flickr (Acesse o original)