Pois é. Eu e meio mundo tínhamos entendido que hoje o Start-Up Brasil (veja site oficial e nossa página com cobertura completa) lançaria o edital para inscrição de projetos candidatos a receberem até R$ 200 mil (cada) e serem acelerados por uma das nove aceleradoras habilitadas. Mas ficou para o dia 31 de março!

Hoje, o secretário Virgilio Almeida (à esquerda, na foto) adiantou apenas alguns dos critérios de seleção que serão adotados, e outras informações sobre as etapas. Revelou também que os empreendedores terão de enviar um Canvas com modelo de negócio e um Curriculum Latte – pois o CNPq vai ser responsável por destinar bolsas de pesquisa para os candidatos que forem aprovados. Participaram também o presidente da Finep, Glauco Arbix (no centro, na foto) e o Ministro do MCTI, Marco Antônio Raupp, abordando assuntos relacionados.

Conheça os critérios, por ordem de importância:

  • relacionados ao modelo de negócio: escalabilidade, proposta de valor, canais de comercialização, tamanho, relevância, diferenciação, atratividade, competitividade, consistência, etapa de desenvolvimento;
  • relacionados à tecnologia, produto, serviço, inovação;
  • relacionados à equipe, currículo, competências, habilidades, conhecimento do mercado;
  • relacionados a motivação do empreendedor, impacto no mercado, alinhamento com a proposta do programa (ecossistemas digitais).

Veja mais nos slides oficiais que o Yuri Gitahy consolidou e publicamos neste artigo.