O namoro da Evernote com os brasileiros deu mesmo em casamento. A empresa norte-americana – fundada em 2007 e criadora de uma plataforma de anotações que vem despontando no mercado global – abriu oficialmente empresa no país, segundo me informou Luis Samra, executivo da empresa responsável por América Latina. “Nós constituímos uma nova empresa sediada em São Paulo, denominada Evernote do Brasil Serviços e Aplicações”, diz uma nota compartilhada por Samra.

O executivo, que mora nos EUA mas é de Honduras, coordena o “namoro” da empresa com o público brasileiro desde setembro de 2011, quando o envolvimento da startup com o público e os desenvolvedores brasileiros aumentou. No meio de janeiro, Samra passou pelo Brasil e já havia me adiantado os planos da empresa de abrir uma empresa por aqui.

Por enquanto, nenhum executivo foi indicado para o cargo de diretor-geral da companhia no Brasil. O endereço do escritório local do Evernote também ainda não foi divulgado.

A chegada da empresa também traz mudanças aos usuários brasileiros do Evernote, que poderão passar a pagar por funções “premium” dos aplicativos em reais. Para outras dúvidas sobre a mudança, acesse o comunicado oficial do Evernote.

A empresa tem um grande leque de produtos, como a linha Evernote Business, e também disponibiliza API para desenvolvedores criarem novas soluções – e há brasileiros se destacando com isso.