Quem está à procura de um imóvel tem mais uma ferramenta para auxiliar na sua decisão de compra: o Urbanizo, uma das startups vencedoras do desafio “Sua ideia vale 1 milhão”, do Buscapé Company.

A Urbanizo disponibiliza informações sobre o valor do metro quadrado de todas as ruas das principais cidades brasileiras e mostra uma lista dos imóveis à venda na área selecionada. O comprador tem uma noção global dos preços praticados e ganha em poder de negociação, evitando a especulação imobiliária.

“Os dados são obtidos por meio de uma varredura em páginas de imobiliárias. É como se o usuário fizesse uma pesquisa em todos os sites de uma vez só. Dessa forma, ele consegue analisar se o preço é justo ou não, ficar por dentro dos preços praticados pelo mercado e tomar decisões mais assertivas”, explica Marcos Roberto, fundador do Urbanizo.

A plataforma permite filtrar a pesquisa de acordo com o valor disponível para investimento. Além disso, é possível checar as facilidades ao redor do imóvel, como quantidade de escolas, bancos e mercados. Entre outras novidades do site está também o “Mapa de Calor”, que, através de cores, indica os bairros mais caros e mais baratos para morar.

Entre os bairros mais caros do Brasil, Leblon lidera

Apesar de São Paulo ser o Estado mais rico do Brasil e quarta maior do planeta, morar no Rio de Janeiro, no Leblon mais precisamente, é mais caro. Segundo levantamento do Urbanizo, o m² do bairro carioca custa, em média, R$ 20,8 mil, seguido por Ipanema (R$ 18,7 mil) e Botafogo (R$ 15,3 mil). Em São Paulo,  a área com o valor mais alto é a Chácara Itaim, em que o preço médio gira em torno de R$ 14,8 mil por metro quadrado. Em segundo lugar fica o Jardim Europa (R$ 12,2 mil) e, em terceiro, o Ibirapuera (R$ 11,5 mil).


Já em Belo Horizonte, as primeiras posições do ranking ficam com Savassi (R$ 8,3 mil), Lourdes (R$ 7,7 mil) e Belvedere (R$ 7,4 mil). Em Brasília, os maiores preços estão no Setor Noroeste (R$ 10,3 mil), no Sudoeste (R$ 9,5 mil) e na Asa Norte (R$ 8,7 mil).

Criada em Brasília, ideia surgiu através de uma necessidade do mercado

O Urbanizo é uma startup brasileira recém incorporada ao grupo Buscapé Company. A parceria é fruto do concurso “Sua Ideia Vale 1 Milhão”, promovido pelo Buscapé no segundo semestre de 2011. Seus fundadores, Marcos Roberto e André Teixeira, se juntaram com alguns amigos, em Brasília, com o objetivo de investir no mercado imobiliário. “Neste momento, percebemos que havia uma carência no mercado em encontrar informações que nos ajudasse a tomar a melhor decisão. Passamos a encarar isso como um desafio e começamos a desenhar o Urbanizo”, lembra Marcos.

Com o objetivo de ajudar o consumidor a tomar a melhor decisão no momento da compra, bem como dar o suporte para que ele venda seu imóvel pelo melhor preço, os serviços estarão disponíveis inicialmente em quatro cidades: Brasília, Belo Horizonte, São Paulo e Rio de Janeiro. “Temos diversos buscadores imobiliários na Internet, mas nenhum que ofereça a riqueza de detalhes disponíveis noUrbanizo. Quando recebemos esse modelo de negócios, durante o Desafio, tínhamos a certeza de que se tratava de um projeto promissor e que tinha tudo para vingar. Com certeza, essa startup chegou para quebrar paradigmas”, afirma Guilherme Stocco, Vice-Presidente de Desenvolvimento de Negócios e Estratégia do Buscapé Company.

“O modelo de negócio do Urbanizo se confunde muito com o do Buscapé Company, que é dar poder ao consumidor. Obviamente, estamos entrando em um mercado novo, mas levando nossa experiência, que é a comparação de preços. Temos certeza de que podemos crescer muito neste mercado e transformar o Urbanizo em referência na pesquisa imobiliária”, finaliza Romero Rodrigues, presidente do Buscapé Company.