Na noite desta quinta-feira 13 de setembro de 2012, tive o enorme prazer de ajudar a promover com meu sócio Bob Wollheim e o patrocínio de Trindade Investimentos (mais o apoio de Pereira O’Dell, Endeavor Global, BayBrazil, Startup Farm, Brazil Innovators e SendGrid) o evento “Startupi Con: Valley Meets Brazil” em São Francisco, California, Estados Unidos!

O evento marcou uma transição tanto para nosso Startupi, prestes a completar 4 anos, e para a comunidade brasileira de startups, que se apresentou de maneira muito interesante ao mercado internacional, incluindo representantes de grandes empresas, startups, entidades de suporte ao empreendedorismo e inovação, investidores e importantes veículos de imprensa.


Antes das 20h, apresentamos no lounge da intimista Barel House dois vídeos que resumiram o que os Estados Unidos e o Brasil assistem na internet. Logo após, o investidor brasileiro Danilo Amaral (da Trindade Investimentos) compartilhou, em uma mensagem gravada em vídeo, uma série de aprendizagens e dicas para quem quer experimentar o mercado brasileiro. O que se presenciou na sequência foi uma forte carga de conhecimento discutida no palco por Bárbara Raymundo (também da Trindade), Carlos Mário Almeida (Ipanema Ventures), Anderson Thees (Redpoint e.ventures), Felipe Matsunaga (RBS Digital), Michael Nicklas (Ideiasnet) e Ted Rogers (Arpex Capital), investidores que vem apoiando startups no território nacional. Bob Wollheim provocou com perguntas sobre “Doing business in Brazil” que os estrangeiros costumam nos perguntar quando falamos que testemunhamos o que acontece no nosos país.

Depois, foi minha vez de fazer com que os empreendedores Davis Smith (Baby.com.br), Flavio Pripas (Fashion.me) e o acelerador Felipe Matos (Startup Farm) compartilhassem duas experiências sobre “Starting a business in Brazil”. Exploramos as oportunidades e desafios com os quais cada um se deparou – e continua a se deparar – para estabelecer seus negócios, bem como tentamos identificar padrões e tendências no comportamento de empreendedores em geral. A diversidade de pontos de vista proporcionou um banquete de insights para o público, que reagia com aplausos e comentários. Ao final, contamos ainda com pitches muito bem apresentados dos muito bem resolvidos negócios Redguru, Zoop, Universo.Mobi e Veduca.

 

 

Os dispostos se atraem e os interessados tornam-se interessantes. Graças a uma soma de esforços de cada um, explicamos aos estrangeiros como eles podem se encaixar no nosso mercado, contribuindo para o crescimento de todos os envolvidos. A noite marca sim uma chegada, de centenas de brasileiros que compareceram como uma das maiores delegações ao evento Techcrunch Disrupt e a outros que aconteceram na região, mas marca também um novo ponto de partida, com uma clara evolução nas relações entre os brasileiros e com o mercado internacional. Daqui pra frente, a atenção e o respeito que damos e recebemos é percebido com maior propriedade, agora que pudemos ambientá-los ao nosso contexto, no próprio contexto deles. Somos relevantes individualmente e como comunidade, e é um prazer compartilhar momentos assim, de conhecimento e crescimento, com uma comunidade brasileira que vem mostrando seu valor.

Muito obrigado a todos por caminharmos juntos! Até a próxima!

Confira um vídeo curto e uma sequência de fotos do evento.