Cupons de ofertas coletivas diárias viraram febre no mundo e renderam milhares (literalmente) de versões até no Brasil. Eis que, às vezes, surge algum inovador (não apenas diferente).

Update: leitora Daniely Votto comunica que o site carrega com problemas quando acessado pelo navegador do celular.

Funcionando inicialmente com ofertas de Porto Alegre (RS) e prevendo operação em Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), São Paulo (SP), Curitiba (PR) e Florianópolis (SC), o Mobo conta com um site e aplicativos (para iPhone e Android) em que você seleciona a cidade e a oferta.

Daí, o Mobo envia uma senha para o número celular que você informou. Se você não receber a senha em 1min, basta clicar no site que eles telefonam para você informando. Eu testei e funcionou espantosamente rápido! Tipo, recebi uma senha por “torpedo” praticamente no mesmo instante em que cliquei no botão “validar celular”. O SMS continha uma senha (facinha, de quatro algarismos) que era para inserir em uma área muito fácil de ver no site: no mesmo lugar em que antes pedia o celular.

Cupom de desconto que baixei

Pois. Inseri a senha e em poucos instantes (não sei se chegou a demorar um segundo a mais ou se eu apenas não me impressionei) recebi um SMS com o código do cupom , que devo mostrar para retirar meu pedidos no estabelecimento. Neste caso, comprei por R$ 0,00 um cupom de 1h no escritório compartilhado Nós Coworking.

Você pode baixar cupons diferentes a cada dia (ou seja, não iguais) e todo pagamento é feito (com desconto) diretamente no estabelecimento. A única dúvida que fica é o que acontece com os cupons numerados se as pessoas baixarem e não usarem – algumas ficarão sem cupom, devido ao número limitado de cada oferta? Cupons não utilizados no dia voltarão para o bolo de cupons disponíveis?

O disclaimer no site é categórico: “o Mobo nunca envia SMS ou e-mails para você. Também odiamos spam. No Mobo, é você que interage conosco”. Interessante. Até porque, se o pessoal baixar aplicativo, isso acaba se tornando uma espécie de “ponto de contato” recorrente. Outro disclaimer (no formulário para anunciantes) atesta: “conceito sem foco na deturpação de preço”.