Neste sábado, acontece em Belém do Pará o Drumbeat Amazônia, em conjunto com a programação do Vivo ARTE.MOV – um espaço que reúne artistas, jornalistas e especialistas em tecnologia para um reflexão crítica que aborda temas como cultura, ecologia, mobilidade e tecnologia.

Drumbeat é uma iniciativa da Fundação Mozilla (entidade sem fins lucrativos que controla a Mozilla Corporation, desenvolvedora do navegador Firefox) cujo objetivo é identificar e criar redes de empreendedorismo voltadas para a concretização de boas ideias para melhorar a Internet – seja tornando-a mais segura, mais aberta e participativa ou, ainda, permitindo que as pessoas tenham melhor controle da sua privacidade.

O Drumbeat já foi realizado em Cordoba (Argentina), Jordan, Bosnia, Montreal, Bolivia, Sydney (Australia), Pachuca, Hidalgo (Mexico), Abuja (Nigeria) Amsterdam, Vancouver, São Paulo, São Carlos, Florianópolis, Rio de Janeiro e Maceió. Veja vídeo da edição de São Paulo.

Neste contexto, a parceria entre o Mozilla Drumbeat e o Festival Vivo ARTE.MOV é uma ação conjunta entre facilitadores que já participaram desses eventos em outras cidades (Kamila Brito e Luciano Santabrí­gida, que conheci em Belém durante a Feira do Empreendedor e reencontrei no Drumbeat de São Paulo, organizado pela Daniela Silva e pelo Pedro Markun, da Esfera, e reuniu pessoas de 13 estados brasileiros!).

Agora, eles unem forças para integrar regiões do país em torno do debate da internet aberta na concepção de projetos que revolucionem as nossas formas de pensar e fazer arte e tecnologia. O Drumbeat Amazônia é um espaço interativo de diálogo para pensar e promover a utilização crítica da internet na maneira como pensamos, vivemos e planejamos nossas cidades.

Diversos apoiadores do movimento estão publicando vídeos sobre a importância de se pensar e fazer a Internet coletivamente. Selecionei um (veja abaixo) em que o Ricardo Poppi fala muito bem sobre essa importância.

O Vivo Arte Mov acontecerá em mais 4 cidades brasileiras: Salvador, Porto Alegre, BH e São Paulo.