“A Internet possui mais de 1,6 mil milhões de usuários no mundo todo e mais da metade usa idiomas com caracteres que não tem raiz no alfabeto romano”, declarou em Seul (Coreia do Sul) Rod Beckstrom, presidente da Internet Corporation for Assigned Names and Numbers (Icann) na abertura da 36ª Conferência Anual da entidade, segunda-feira (26 de outubro).

Anunciando a €œmaior mudança (da Internet) desde que foi inventada, há 40 anos€, a Icann (entidade criada pelo governo norte-americano para supervisionar o desenvolvimento da Internet) quer terminar com as normas que impediam que caracteres não pertencentes ao alfabeto romano possam fazer parte de um endereço online (Top-Level Domain, TLD).

Os primeiros planos para a introdução de um sistema de Internationalised Domain Names (IDN) foram aprovados em junho de 2008. Se os planos finais forem aprovados, as primeiras inscrições poderão ser aceitas a partir do dia 16 de novembro – e passem a funcionar em meados de 2010.

O sistema IDN vai permitir a escrita de domí­nios em árabe, japonês, chinês e cirí­lico (como no mockup acima). Alguns países, como China e Tailândia, já tentaram introduzir algo para permitir utilizadores entrarem em endereços web nas suas próprias línguas, mas o plano não foi aprovado internacionalmente e não funcionava em todos os computadores.

Atualmente, de acordo com a entidade reguladora Registro.Br, podemos registrar domí­nios com os acentos. Um exemplo é o site da Força Aérea Portuguesa http://www.forçaáerea.pt. Mas, será que com o novo sistema poderemos utilizar outros tipos de caracteres€? Poderemos ter e-mails com outros caracteres também? Será que isso vai desencadear uma corrida para compra de endereços web?

A 37ª conferência anual da Icann acontece de 7 a 12 de março de 2010 em Nairobi, na Kenya, e você pode se envolver com a entidade aqui.

Esta materia foi escrita em parceria com André Sato – autor do mockup – a partir de matérias nos jornais Público (Portugal), Technology Review (MIT/Estados Unidos) e Boston (Estados Unidos).

Siga novidades oficiais sobre IDN e TLD no Twitter.