Desde segunda-feira (6/4) os domínios .net.br estão disponíveis para pessoa física. É uma mudança interessante do CGI.br (Comitê Gestor da Internet) já que antes essa extensão de domínio era reservado apenas às empresas de telecomunicações.

A abertura é gradual. Quem já tinha um domínio .com.br registrado antes de 6 de abril de 2009 poderá requerer seu equivalente .net.br até 27 de Outubro. Após essa data qualquer um poderá registrar domí­nios .com.br existentes. Atualmente existem cerca de 1,5 milhão de domínios .com.br registrados.

O CGI.br tem facilitado a vida de quem quer ter seu próprio endereço na internet. Da burocracia de precisar de CNPJ para os .com.br, no ano passado liberaram para pessoas físicas. E agora o mesmo acontece com o .net.br.

Trata-se de um grande avanço e facilita a criação de novos negócios na internet por desburocratizar o processo. Lá fora o sistema de registro de domínios é bem mais aberto. Há vários registars (entidades responsáveis por registros de domí­nios) que competem em preço e outras coisas.

Aqui no Brasil o processo é todo centralizado no Registro.br. Outras empresas podem oferecer o registro, mas não há competição, podemos assim dizer. Elas são apenas “vendedoras” do Registro.br. Qual a próxima etapa? Permitir mais registars no Brasil.