O Limão lançou recentemente sua plataforma de microblog chamada MiniBlog. Já que sou um usuário do Twitter resolvi testar o que o MiniBlog tem de diferente. Existem algumas funcionalidades adicionais como tags rastreáveis a coisas estranhas como a impossibilidade de citar duas pessoas (arrobas) em uma mesma mensagem.

O que me preocupa são as restrições. Em 10 tentativas de mensagens só consegui enviar 7 pois as outras três geraram erros dizendo que aquilo que queria enviar não era permitido. E não foi pornografia… A primeira delas foi a tentativa de responde a dois usuários que me deram boas-vindas no MiniBlog. Não posso colocar “@fulano @ciclano” no início de uma mensagem, dá erro. Só é permitido responder para uma “arroba”, vamos por assim dizer.

O interessante é que se eu tentar responder para um usuário que não existe o MiniBlog detecta e não deixa mandar a mensagem, evitando falhas na comunicação entre as partes.

O Twitter quando surgiu, não tinha nenhum tipo de convenção para as hashtags (#) e arrobas (@) que são respectivamente os assuntos e as pessoas do sistema. Como os usuários começaram a usar essa convenção, a ferramenta acabou adotando essa maneira de gerenciar a informação. O MiniBlog já surge com essas convenções embutidas, o que por um lado é bom, mas coloca restrições sobre seu uso.

Links no meio da mensagem não geram links de verdade para a página que você quer indicar. É necessário copiar e colar na barra de endereços do navegador, um complicador a mais. Para contornar é possível associar um link a uma mensagem mas esse link fica separado e não conta nos 140 caracteres. Também é possível adicionar vídeos do YouTube somente e imagens que estejam no seu computador.

Aparentemente não existe interface mobile, algo que foi imprescindível para o sucesso do Twitter, mas vamos aguardar pois o serviço acabou de entrar no ar.

O grande sucesso do Twitter é exatamente sua simplicidade. É tão simples que é até difícil explicar do que se trata. Todas as outras tentativas de microblogs sempre caíram no erro de tornar o simples complicado. E parece que é o caso aqui do MiniBlog. Apesar disso acredito que a grande vantagem que o serviço tem é estar ligado ao Limão e ser em português.