Continuando com a cobertura das startups web demonstradas no FGV Latin Moot Corp, o segundo produto do dia foi o CineDica. A ideia é ser uma rede social para amantes da sétima arte na qual usuários enviam resenhas e recebem sugestões de filmes de acordo com seu perfil. Adicionalmente serviços pagos estão agregados ao Cinedica.

Hoje o serviço tem registrado pouco mais de 4 mil filmes. É bastante coisa mas o principal erro que notei no projeto foi o fato de todo o conteúdo ser fechado. Ok, a inscrição é gratuita, mas existe uma barreira para acessar o conteúdo. E login é uma barreira gigantesca. Além disso uma das estratégias de crescimento é SEO, ou seja, ser achado pelo Google. Com conteúdo fechado isso nunca vai acontecer.

Outra coisa que achei estranho é o fato do site não aceitar comentários. Acredito que uma das melhores formas de recomendação – e esse é um dos principais serviços doCineDica – seja saber o que os outros acharam dos filmes. Faz bastante sentido em um serviço que tem conteúdo gerado pelo usuário.

Sou cinéfilo, tenho um blog sobre cinema, e acho realmente interessante todo conteúdo sobre o assunto. Acho que o principal para o CineDica é abrir o conteúdo. Deixa o registro para quem quer serviços adicionais como enviar sugestões de filmes e acesso pago.

Mas na verdade agora entendi os motivos do conteúdo ser todo fechado. O CineDica precisa dos dados de navegação para fazer as recomendações. Esse é o grande desafio que o Fernando Aranha (PUC-Rio), desenvolvedor da ideia terá de resolver.