* Por Elber Mazaro

Qual a importância dos valores pessoais para os indivíduos? Eles podem ter o mesmo papel dos que são definidos em grandes empresas?

Os valores individuais podem ser muito importantes e úteis para as pessoas, principalmente na carreira profissional., mas são poucas as pessoas que possuem estes bem definidos e articulados. É comum vermos empresas publicando seus valores em cartazes e crachás, junto com a sua missão e visão, mesmo que para algumas seja mais decorativo do que prático ou usado como referência no dia a dia.

No meu estudo para a dissertação do Mestrado em Empreendedorismo na FEA/USP, com foco na transição de executivo para empreendedor, estou trabalhando com o tema de Planejamento Estratégico Pessoal, onde a base vem da definição de valores pessoais, mais relevantes até que uma missão ou visão, como no caso das empresas. Também tenho utilizado a definição de valores pessoais como um item fundamental nas mentorias profissionais de carreira, para ajudar as pessoas a entenderem quem são e onde estão, antes da definição de objetivos e formulação efetiva do plano de ações para a carreira profissional.

A experiência e a pesquisa têm me mostrado que as pessoas possuem valores, oriundos da sua educação, dos ambientes em que viveram e da sua própria personalidade. Estes valores estão em todos, mas muitos não tem claridade ou consciência plena sobre quais são, quantos são e como eles podem ser úteis na prática.

Sim, os valores podem ser utilizados como uma ferramenta importante na tomada de decisões das pessoas no dia a dia. Costumo recomendar que estes sejam utilizados como um check-list, ou seja, quando se vai tomar uma decisão, vale a pena checar se os principais valores pessoais estão presentes. Exemplo: ao se tomar a decisão de aceitar uma proposta de emprego, pode-se, além do salário, buscar entender como é o ambiente de trabalho na empresa contratante, quem são os colegas, como é o novo chefe, e também pode ser que a própria empresa tenha seus valores; aí você usa como referência para a obtenção de informações, compara tudo com os seus valores pessoais / individuais e no caso de diferenças importantes, vale a reflexão sobre as consequências e riscos envolvidos na decisão.

Assim como para a definição de valores nas empresas, é necessário se limitar o número de valores pessoais, considerados muito importantes ou essenciais. Normalmente eu trabalho com um processo que reduz a cinco os principais valores fundamentais de uma pessoa e percebo que não basta apenas uma palavra para definir cada um deles, portanto as pessoas devem escrever em um parágrafo, a sua interpretação, ou seja, o que aquele valor significa ou representa. Um exemplo: o valor disciplina ou o valor autonomia podem ter significados bem diferentes para muitas pessoas. Os valores de empresas ou uma lista de virtudes podem ser utilizados como referências na hora de se eleger a sua lista. Eu tenho um baralho, que ganhei em um treinamento de liderança, com mais de 50 cartas, onde cada uma tem apenas um título ou uma palavra, representando um possível valor pessoal, e a interpretação fica para cada indivíduo durante o processo de escolha de apenas cinco.

O autoconhecimento é importante para que as pessoas possam trilhar caminhos mais felizes e conquistarem o bem estar por um período maior. Conhecer quais são os principais valores pessoais pode ajudar muito a entender o que cada um gosta, necessita e deseja. Não só na escolha de uma empresa para se trabalhar, mas também para uma parceria, para uma sociedade, para consumir ou para vender, ou seja nas escolhas mais importantes que fazemos.

Falando especialmente de empreendedores, os valores pessoais e individuais também influenciam o negócio, e com certeza podem fazer parte dos valores da empresa. Sabemos que muitos negócios apresentam problemas entre os sócios, algo comum no mundo das startups e uma simples checagem de valores pessoais antes da formação da sociedade ou antes de se aceitar um investimento, poderia evitar muitos problemas futuros.

Os valores pessoais até podem mudar com o tempo, com o nível de consciência, com as experiências vividas, com um trauma ou uma crise, mas estes costumam ser estáveis e raramente são todos  alterados. O mais comum é uma estabilidade e o aprofundamento da importância dos valores com a consciência, sendo que pode ocorrer de algum passar a ser mais importante ou prioritário em determinada fase da vida, mas raramente são mudados todos os valores essenciais, porque aí estaríamos falando de uma pessoa totalmente diferente.

Você conhece e sabe explicar quais são os seus principais valores pessoais? Você costuma usá-los? Que tal experimentar?


Elber Mazaro - Espaço do ExecutivoElber Mazaro é cofundador do Descomplicando Carreiras. Assessor, consultor e professor em Estratégia, Marketing e Carreiras. Mestrando em Empreendedorismo na USP, com pós-graduação em Marketing e bacharelado em Ciências da Computação. Possui mais de 25 anos de atuação mercado de tecnologia e liderança de negócio, marketing, vendas, serviços e área técnica.